Agressividade na infância: análise psicanalítica

Autores

  • Patrícia Pereira Pietro
  • Fernanda Pires Jaeger

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo investigar como a agressividade infantil vem sendo compreendida a partir da perspectiva psicanalítica. Embasado na metodologia da pesquisa bibliográfica, salienta que agressividade infantil pode ser manifestada em diferentes fases do desenvolvimento da criança e de várias maneiras. O trabalho aborda as concepções de agressividade para os autores psicanalíticos, a agressividade como sintoma, a agressividade como constitutiva do desenvolvimento infantil e sua articulação com o ambiente educacional. Ser agressivo é, muitas vezes, não aceitar aquilo que lhe está sendo imposto. O acolhimento parece um bom caminho para se chegar às crianças agressivas, a fim de entender o que elas demandam, à família ou à escola, mas que lhe é particular e tem relação com todos que a cercam. É também importante que pais e professores vejam a agressividade como algo positivo no desenvolvimento da criança, de forma que ela possa ser transformada e aproveitada na criança, na construção do conhecimento.

Palavras-chave: Agressividade. Infância. Sintoma. Desenvolvimento.

Downloads

Edição

Seção

Artigos