Processos educativos interculturais na “família de santo”: pais e filhos nas religiões afro-brasileiras

  • Cristiana Tramonte

Resumo

O artigo analisa a relação familiar interna dos praticantes das religiões afro-brasileiras,enfocando especificamente os aspectos educativos e formativos da relaçãoentre “pais” e “filhos de santo”. Por congregarem a diversidade brasileira em seusmúltiplos aspectos – étnicos, geracionais, sociais, de capacidades físicas e mentais,de orientação sexual, etc., possibilitam, entre seus praticantes, um sentido de organizaçãogrupal que coloca em contato diferentes sujeitos. Desvenda, ainda, odesenvolvimento e a persistência da ancestralidade em confronto e convivênciacom a modernidade nessas relações, objetivando delinear os valores familiares esociais que as permeiam. Busca-se compreender também a relação entre famíliacarnal e família de santo, estruturas grupais agregadoras do grupo, o papel de cadasujeito no contexto desses coletivos e o relacionamento entre pai, mãe e filhos desanto. Investiga-se a dinâmica interna do terreiro, como convivem vida material eespiritual dos indivíduos.Palavras-chave: Religiões afro-brasileiras. Família de santo. Interculturalidade.
Publicado
24-07-2013
Seção
Artigos