BULLYING NA ESCOLA: CARTOGRANDO RAZÕES INTRA E INTERPESSOAIS

  • Maria Teresa Ceron Trevisol
  • Luana Uberti

Resumo

O objetivo neste estudo foi analisar a compreensão de alunos adolescentes, na faixa de idade entre 12 e 16 anos, que frequentam a 8ª série/9º ano do ensino fundamental, quanto às razões promotoras de manifestações de bullying em suas escolas, como se posicionam diante dessas manifestações e como avaliam os encaminhamentos tomados pela escola e por seus profissionais visando solucionar as situações envolvendo conflitos entre e dos alunos. A base empírica foi uma pesquisa de cunho exploratório e de natureza quanti-qualitativa. Os alunos investigados reconhecem que o bullying é um fenômeno que ocorre entre pares, mas que suas razões e a natureza destas são, quase sempre, de caráter pessoal. Quanto a medidas para encaminhar as situações de bullying, os adolescentes enfatizaram ações que envolvam o autor, o alvo e a testemunha, intervenções que propiciem aos alunos expor seus sentimentos, anseios, concepções, a fim de que reconheçam uns aos outros e suas diferenças, suas qualidades e limitações como oportunas e necessárias no contexto da escola.

Palavras-chave: Bullying na escola. Alunos adolescentes. Ensino fundamental.

Publicado
26-08-2016