O INGRESSO DOS ADOLESCENTES NA UNIVERSIDADE: UM MUNDO DE DESCOBERTAS

  • Vanessa Bodigheimer

Resumo

A adolescência pode ser considerada uma das etapas mais complicadas do desenvolvimento humano; nela, ocorre a transição da infância para a fase adulta e há grandes transformações no desenvolvimento físico, cognitivo e psicossocial; e em meio a tantas mudanças em si próprios os adolescentes iniciam sua vida acadêmica. Por ser uma etapa bastante complexa, neste estudo objetivou-se observar indivíduos que ingressam na universidade enquanto adolescentes, relacionando seu comportamento com as características da adolescência. Na elaboração deste estudo de cunho qualitativo, foram realizadas pesquisas bibliográficas e observações. Pode-se considerar a adolescência uma fase de riscos e maior vigilância, nesse sentido, os jovens procuram liberdade, então, as amizades têm destaque; mesmo que os adolescentes apresentem atitudes nem sempre favoráveis, é possível considerá-las algo normal por esta ser a fase das descobertas. A adaptação dos adolescentes nas universidades é um momento de grande satisfação para eles, pois adquirem autonomia para decidir sobre qual curso seguir. Nessa etapa ocorre o afastamento de seus pais, visto que parte dos jovens muda de cidade para ingressar no ensino superior e iniciam-se novas amizades. No entanto, eles enfrentam certos problemas, pois precisam dar conta de seus trabalhos acadêmicos e cuidar da administração de sua vida, o que pode acarretar o sentimento de estar perdido. Ao se observar essa faixa etária pode-se perceber uma dose de insegurança na elaboração dos trabalhos científicos, as amizades ocorrem primeiramente entre os alunos do primeiro período, talvez por receio de conversar com acadêmicos de fases posteriores e pela convivência diária entre si, e nota-se a dedicação para mostrar que são capazes de enfrentar tamanha responsabilidade. Porém, o uso frequente de tecnologias em aula, de certa forma, acaba prejudicando a participação dos alunos nas atividades acadêmicas, por estarem mais atentos às redes sociais do que aos professores.

Palavras-chave: Desenvolvimento. Adolescentes. Universidade. 

Publicado
26-08-2016