CONTRIBUIÇÕES DO VER-SUS OESTE CATARINENSE PARA O EXERCÍCIO DA PRÁTICA MULTIPROFISSIONAL: UM RELATO DE CASO

  • Adriana Carolina Bauermann Universidade Comunitária da Região de Chapecó
  • Andressa Antonia Trizotto UNOCHAPECÓ
  • Natanael Chagas UNOCHAPECÓ
  • Cláudio Claudino da Silva Filho UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL-UFFS

Resumo

O Projeto Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde (VER-SUS/Brasil) tem por objetivo aproximar estudantes de diversas áreas do conhecimento com a realidade do Sistema Único de Saúde (SUS) a fim de que se percebam como atores ético-políticos capazes de transformar a realidade em que se encontram. Como objetivo buscou-se relatar a experiência acerca da vivência no VER-SUS Oeste catarinense e repensar de que forma o exercício da prática multiprossional é trabalhado nos grupos de vivência durante a imersão no Projeto. Trata-se de um relato de experiência acerca das experiências no VER-SUS Oeste catarinense na 4ª edição – Verão de 2016, em Chapecó, SC, cujo tema gerador se referia às Redes de Atenção à Saúde, envolvendo cerca de 60 estudantes de diversas áreas do conhecimento e de diversas localidades do Sul do País. Os estudantes participantes foram divididos em pequenos grupos de trabalho, priorizando-se a interdisciplinaridade, para, então, com o facilitador aprofundarem o conhecimento sobre determinado tema já preestabelecido, pertinente à formação em saúde. Percebeu-se que os grupos de trabalho conseguem unir os seus conhecimentos, pois cada estudante expõe o conhecimento adquirido na sua formação, transformando isso em uma experiência rica e transformadora para todos os envolvidos. O projeto se concretiza em experiências por meio de vivências em todos os níveis de atenção à saúde, observações da realidade local e, consequentemente, discussões e teorizações acerca do vivenciado. Nesses momentos, os estudantes conseguem perceber-se trabalhando com diferentes profissionais, inserindo-se em um contexto interdisciplinar e multiprofissional. O VER-SUS instiga nos estudantes participantes um pensamento mais crítico perante a realidade, entre todos os seus desdobramentos, instigando o pensamento coletivo, social e participativo e, principalmente, entendendo a complexa dinâmica entre os agentes-sujeitos participantes do trabalho multiprofissional.

Palavras-chave: Formação em saúde. VER-SUS. Trabalho multiprofissional.

Biografia do Autor

Adriana Carolina Bauermann, Universidade Comunitária da Região de Chapecó
Discente do curso de Farmácia - Área de Ciências da Saúde, UNOCHAPECÓ
Andressa Antonia Trizotto, UNOCHAPECÓ
Discente do curso de Odontologia - Área de Ciências da Saúde, Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)
Natanael Chagas, UNOCHAPECÓ
Discente do curso de Odontologia – Área de Ciências da Saúde, UNOCHAPECÓ
Cláudio Claudino da Silva Filho, UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL-UFFS

Enfermeiro. Doutorando em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó-SC. Integrante do Laboratório de Pesquisa e Tecnologia em Educação em Enfermagem e Saúde (EDEN/UFSC) e colaborador UNA SUS/UFSC em Atenção Básica para o Programa Mais Médicos e PROVAB. Pesquisador dos grupos/CNPq: GEPEGECE/UFFS, NESCO e EAI/UNIVASF, VSQV/UFBA. 

Publicado
26-08-2016