TECNOLOGIA EM SALA DE AULA – INFLUÊNCIA NA APRENDIZAGEM

  • Renata Dalbosco

Resumo

Com este trabalho buscou-se enfatizar a compreensão do comportamento dos jovens em relação à tecnologia na sala de aula, bem como se ocorre interferência dessa prática na aprendizagem, tanto no contexto individual quando no contexto do grupo. Buscou-se, com isso, entender o comportamento desses jovens a respeito das novas tecnologias. Esta é uma pesquisa de cunho qualitativo; como instrumentos de coleta de dados foram utilizadas a observação e a entrevista semiestruturada. Foram observados 23 acadêmicos de um curso superior da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) com o objetivo geral de identificar se a tecnologia influencia na aprendizagem dos alunos em sala de aula no Ensino Superior. Foram realizadas entrevistas com quatro acadêmicos e foi possível observar, por meio das respostas, que os estudantes têm noção do quanto usam a tecnologia em sala de aula, mas sabem que a utilizar pode ter consequências negativas ou positivas em relação à aprendizagem. Hoje, com tanta tecnologia, é grande o número de pessoas que utilizam essa ferramenta por meio do celular, notebook, tablet e computador, o que não é diferente nas instituições de ensino superior. A educação, a informação e o conhecimento são o que permitem uma boa aprendizagem, porém mudanças estão ocorrendo, transformando o mundo em um espaço mais tecnológico, e isso faz com que aumente a pressão na forma de ensino das escolas e universidades. Lembrando que a aprendizagem é um processo muito relativo e que varia de pessoa para pessoa e, juntando-a com a tecnologia, pode ser ainda mais relativa, como visto nas entrevistas realizadas. Dessa forma, percebe-se a necessidade da ampliação do debate referente à tecnologia e suas relações com situações de aprendizagem e desenvolvimento pessoal.

Palavras-chave: Tecnologia. Sala de aula. Aprendizagem.

Publicado
26-08-2016