O STRESS DESENVOLVIDO PELOS MOTORISTAS DE TRANSPORTE PÚBLICO DE UMA CIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA E SUAS CONSEQUÊNCIAS NO TRÂNSITO E NA SAÚDE DESSES PROFISSIONAIS

  • Rosa de Moura Benelli UNOESC

Resumo

 

A presente pesquisa, cujo tema aborda o desenvolvimento do stress nos motoristas de transporte público, é um assunto de importância social, visto que quanto mais informações sobre o stress, maior a compreensão do seu processo, bem como dos seus fatores desencadeadores, proporcionando, assim, melhores condições para o desenvolvimento de práticas preventivas. Para tanto, foi realizado um estudo quantitativo-qualitativo, tendo como instrumentos dois questionários semiestruturados, o primeiro buscando informações de rotina, e o segundo, a identificação de sintomas físicos e psicológicos. A pesquisa foi aplicada nas duas empresas concessionárias de transporte em uma cidade do Oeste catarinense. Foram 117 entrevistas, e observou-se que apenas cinco, cerca de 4,9% da amostra, apresentaram sintomatologia de um possível stress na fase de resistência. Fatores de stress que se destacaram na Empresa 1: calor, vias, trânsito, ruído, tempo, comportamento dos passageiros, ergonomia do banco e o financeiro. Além dos fatores citados, outros dois se sobressaíram na Empresa 2: condições do veículo e fatores sociais. Entretanto, chama a atenção o nível significativamente baixo de presença de stress, haja vista tantas variáveis estressantes encontradas na literatura e presentes na profissão. Na análise, alguns fatores se destacaram como forma de entender os resultados da pesquisa: o perfil para a profissão, serviços de nutrição e massoterapia, programas organizacionais de habilidades técnicas e sociais desenvolvidos pela empresa 1, a crise de mercado atual, entre outros. No resultado observa-se a importância da implantação de programas que favoreçam a prevenção e o manejo do stress, podendo servir como modelo a outras organizações de transporte.

Palavras-chave: Motorista de transporte público. Stress ocupacional. Estratégias de prevenção.

Publicado
26-08-2016