AS TEORIAS RELATIVISTAS DOS DIREITOS HUMANOS: ASPECTOS HISTÓRICOS, PRINCIPAIS ARGUMENTOS E CRÍTICAS

Autores

  • Narciso Leandro Xavier Baez
  • Juliano Pante Schwantz

Resumo

O presente artigo tem por objetivo estudar as teorias relativistas dos Direitos Humanos, abordando as suas bases epistemológicas, bem como as influências que têm exercido sobre a legislação internacional e nacional a respeito dos direitos humanos. Além disso, elencam-se as principais críticas, problemas e insuficiências teóricas que as propostas relativistas apresentam, mostrando-se alguns dos danos práticos e históricos que têm produzido para as vítimas das violações dos Direitos Humanos Fundamentais.

Palavras-chave: Direitos Humanos. Relativismo. Universalismo. Dignidade Humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-19

Como Citar

Xavier Baez, N. L., & Schwantz, J. P. (2012). AS TEORIAS RELATIVISTAS DOS DIREITOS HUMANOS: ASPECTOS HISTÓRICOS, PRINCIPAIS ARGUMENTOS E CRÍTICAS. Simpósio Internacional De Direito: Dimensões Materiais E Eficaciais Dos Direitos Fundamentais, 2(2), 237–258. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/simposiointernacionaldedireito/article/view/2453