[1]
C. Golo e M. V. de Linhares, “A CONSTITUIÇÃO DA HOLDING FAMILIAR COMO FERRAMENTA DE PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO”, SIEPE, p. e22576, set. 2019.