Restelatto, M. da R., Faganello, S. A., & Triquez, S. L. (2017). PERMANÊNCIA DO FAMILIAR NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA, COMO FORMA DE HUMANIZAÇÃO E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A MELHORA DO PACIENTE CRÍTICO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/15089