[1]
Paludo, C.A. e Liboni, F.P. 2015. O SIGNIFICADO DE TER UM FILHO INTERNADO EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL, O OLHAR DAS MÃES. Seminário de Iniciação Científica e Seminário Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão. (set. 2015).