[1]
Restelatto, M. da R., Faganello, S.A. e Triquez, S.L. 2017. PERMANÊNCIA DO FAMILIAR NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA, COMO FORMA DE HUMANIZAÇÃO E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A MELHORA DO PACIENTE CRÍTICO. Seminário de Iniciação Científica e Seminário Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão. (set. 2017).