ATIVIDADES ARTÍSTICAS COM TEOR TERAPÊUTICO E SUAS CONTRIBUIÇÕES À SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO BÁSICA

Autores

  • Marilei Teresinha Dal Vesco
  • Andressa Cristina Vani

Resumo

Partiu-se do entendimento de que a arte associada à terapia é portadora de possibilidades formativas, na medida em que possibilita momentos de expressão de sentimentos e emoções conscientes e inconscientes sem preocupação com a forma estética das representações artísticas, evidenciando os benefícios que esse processo oferece ao ser humano. Diante do exposto, elencou-se a seguinte temática de estudo: Atividades artísticas com teor terapêutico e suas contribuições à saúde mental na atenção básica. Essa temática justifica-se à medida que índices de pessoas com transtorno mental, bem como com diagnóstico de depressão vêm surgindo cada vez mais em nossa sociedade. Desse modo, a situação de dependência de medicamentos para anular os malefícios dessa doença causa preocupações em vários contextos. Por meio dessa reflexão, elencou-se como problema de pesquisa a seguinte indagação: Podem e como oficinas artísticas com teor terapêutico contribuir no processo de reinserção social de pacientes com transtornos mentais atendidos pelo Centro de Atenção Psicossocial da cidade de São Miguel do Oeste, SC? Nessa perspectiva, na pesquisa teve-se como objetivo geral investigar e compreender como atividades artísticas com teor terapêutico podem contribuir na reinserção social e no fortalecimento dos laços familiares e comunitários de pacientes com transtornos mentais atendidos pelo Centro de Atenção Psicossocial de São Miguel do Oeste, SC. A presente pesquisa foi desenvolvida por meio da pesquisa-ação, o que evidencia a própria ação como processo significativo e transformador. O processo de intervenção foi desenvolvido por meio de encontros arte-terapêuticos com 7 mulheres com idades entre 33 e 56 anos, residentes no Município de São Miguel do Oeste, todas com transtorno mental, nesse caso, com diagnóstico de depressão, e são atendidas pelo Centro de Atenção Psicossocial da cidade de São Miguel do Oeste, SC. A intervenção aconteceu sob forma de intervenção de estágio curricular do Curso de Pós-graduação em Arte-terapia, Educação e Saúde, totalizando 20 horas, desenvolvidas durante dez encontros/oficinas de duas horas cada, tendo como proposta vivências de atividades arte-terapêuticas por meio das linguagens da arte. Por meio do processo de intervenção, foi possível compreender a Arte-terapia como um caminho ao fortalecimento da espiritualidade e ao desenvolvimento integral do ser humano, este um ser à mercê de tratamento específico em detrimento de algum transtorno mental ou demais pessoas que acreditam na Arte-terapia como um caminho para o autoconhecimento. Assim, compreende-se a importância da arte como processo terapêutico na medida em que contribui com a ressignificação física e emocional do ser humano.

Palavras-chave: Arte-terapia. Centro de Atenção Psicossocial. Transtorno mental.

Downloads

Publicado

08-09-2015

Como Citar

Dal Vesco, M. T., & Vani, A. C. (2015). ATIVIDADES ARTÍSTICAS COM TEOR TERAPÊUTICO E SUAS CONTRIBUIÇÕES À SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO BÁSICA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/8405

Edição

Seção

São Miguel do Oeste - Ensino