SPECHT PRODUTOS ALIMENTÍCIOS: ESTUDO DE VIABILIDADE MERCADOLÓGICA E ECONÔMICO-FINANCEIRA DE EXPORTAÇÃO DE FARINHA DE TRIGO PARA A ANGOLA

Autores

  • Rafaela Costa Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Viviane Cristina Kunzler Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Inocencia Boita Dalbosco Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Sabrina Nascimento Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Paulo Cesar Speorin Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Com este estudo, buscou-se analisar se a exportação de farinha de trigo para a Angola pela empresa Specht Produtos Alimentícios Ltda é viável mercadológica e financeiramente. Para isso, foi necessário identificar o mercado-alvo por meio de um levantamento de informações pertinentes à possível atuação da empresa no País, bem como discriminar as etapas do processo de exportação considerando os trâmites burocráticos e os custos envolvidos, bem como realizar a análise de viabilidade mercadológica e econômico-financeira de exportação. A abordagem de pesquisa adotada foi a quali-quantitativa. Como método de pesquisa, optou-se pelo estudo de caso simples, por abordar apenas uma empresa por meio de uma pesquisa descritiva. Para a técnica de coleta e análise dos dados foram escolhidos a pesquisa bibliográfica, a observação, a entrevista semiestruturada e o levantamento de informações. Como resultado, no que diz respeito ao mercado-alvo, foi identificada a oportunidade de atuação da empresa Specht Produtos Alimentícios Ltda em Angola, uma vez que o País em questão importa o produto por não produzir quantidade suficiente para atender à demanda nacional. Quanto à discriminação das etapas do processo de exportação, percebe-se a necessidade do conhecimento de cada fase para identificar quais custos são de responsabilidade do exportador e quais são de responsabilidade do importador. Em relação às exigências relativas ao produto para a inserção no mercado angolano, verificou-se que é necessário constar na embalagem o idioma português e projetar a validade do produto. Com base na análise financeira da Specht Produtos Alimentícios Ltda, foi possível constatar que é viável exportar farinha de trigo para a Angola. Destaca-se, ainda, que a análise de viabilidade para essa empresa, apesar de possuir trâmites característicos e burocráticos, apresenta resultados satisfatórios, o que deixa margem para afirmar que houve uma contribuição no que se refere à internacionalização da presente empresa, para que assim possa ingressar no mercado internacional a fim de expandir o negócio.

Palavras-chave: Viabilidade. Exportação. Pequenas e Médias Empresas (PMEs).

Biografia do Autor

Rafaela Costa, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Graduada em Administração Linha de Formação em Comércio Exterior pela

Universidade do Oeste de Santa Catarina

Viviane Cristina Kunzler, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Graduada em Administração Linha de Formação em Comércio Exterior pela

Universidade do Oeste de Santa Catarina

Inocencia Boita Dalbosco, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Coordenadora e professora do curso de Administração na Linha de Formação em Comércio Exterior pela

Universidade do Oeste de Santa Catarina

Sabrina Nascimento, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Mestre em Ciências Contábeis pela FURB, Doutoranda em Administração pela UNIVALI e professora do departamento de Administração e Ciências Contábeis da Universidade do Oeste de Santa Catarina

Paulo Cesar Speorin, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Coordenador e professor do curso de Ciências Contábeis da  

Universidade do Oeste de Santa Catarina

 

Downloads

Publicado

08-09-2015

Como Citar

Costa, R., Kunzler, V. C., Boita Dalbosco, I., Nascimento, S., & Speorin, P. C. (2015). SPECHT PRODUTOS ALIMENTÍCIOS: ESTUDO DE VIABILIDADE MERCADOLÓGICA E ECONÔMICO-FINANCEIRA DE EXPORTAÇÃO DE FARINHA DE TRIGO PARA A ANGOLA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/8141

Edição

Seção

Chapecó - Ensino