EFEITOS DA INTERVENÇÃO COM JOGOS DE TABULEIRO NO ESTADO MENTAL DE IDOSOS

Autores

  • Sandra Rogéria de Oliveira Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Alfred Johann Santos Becker

Resumo

Atualmente, percebe-se um avanço no processo de transição demográfica mundial, o que proporcionará um aumento significativo no número de idosos. Como o processo de envelhecimento causa a diminuição da capacidade de adaptação ao meio, a ocorrência de doenças crônicas e incapacidades funcionais é mais acentuada nessa faixa etária. Entre essas doenças, há uma prevalência no aparecimento de demências, principalmente a demência do tipo Alzheimer. A vivência do jogo acarreta efeitos benéficos para a cognição, porém, necessitam-se mais estudos que comprovem seus benefícios. Nesse sentido, pretende-se identificar os efeitos que os jogos de tabuleiro promovem no estado mental de idosos participantes da Universidade da Melhor Idade (UMIC) do Município de Chapecó, SC. Esta é uma pesquisa de campo, experimental, qualitativa e descritiva, que tem como indivíduos 29idosos, os quais frequentam a UMIC. Como critérios de inclusão, definiram-se: ter idade maior ou igual a 60 anos, apresentar ou não o diagnóstico de Alzheimer e residir em Chapecó. Após a seleção, solicitou-se que dessem seu parecer positivo e assinassem o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Assim que a amostra foi formada, aplicou-se como pré-teste o Miniexame do Estado Mental (MEEM) Adaptado (BRUCKI et al., 2003 apud LENARDT et al., 2009), para rastrear o comprometimento cognitivo destes. Posteriormente, os idosos participaram de uma intervenção, pelo período de três meses, com a prática de jogos de tabuleiros. Ao final do período destinado à intervenção, aplicar-se-á novamente o MEEM como pós-teste.  Para a análise dos dados, serão utilizados o SPSS e o MS EXCEL® e o MS WORD®. Os resultados serão apresentados em gráficos e tabelas por meio de estatística descritiva, percentuais e frequência. Como resultados parciais, houve em estudo piloto sobre jogos de tabuleiro em formato gigante, no qual se apresentou bom envolvimento do grupo, o que indica o interesse do grupo no processo de intervenção. Assim, percebe-se que os jogos de tabuleiro são ferramentas favoráveis no exercício e na manutenção da memória.

Palavras-chave: Idosos. Memória. Jogos de tabuleiro. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Rogéria de Oliveira, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Mestre em Educação, Graduação em Educação Física e Letras. Professora do Curso de Educação Físicada Unoesc - Area das Ciências da Saúde e Educação.

Downloads

Publicado

08-09-2015

Como Citar

de Oliveira, S. R., & Santos Becker, A. J. (2015). EFEITOS DA INTERVENÇÃO COM JOGOS DE TABULEIRO NO ESTADO MENTAL DE IDOSOS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/8093

Edição

Seção

Chapecó - Ensino