ESTUDO DE CASO: IMPACTOS NA IMPLANTAÇÃO DO SPED FISCAL/BLOCO K – CONTROLE DA PRODUÇÃO E DO ESTOQUE EM UMA COOPERATIVA AGROPECUÁRIA

Autores

  • Ademir Proner
  • Cristiane Da Cas
  • Daiane Fraron

Resumo

O Sistema Público de Escrituração Digital é o principal projeto de controle para a coleta de dados contábeis do fisco. Desse controle derivam inúmeros outros subprojetos como a escrituração do Bloco K no Sped Fiscal. Por essas razões, as organizações terão que apresentar ao fisco, de forma digitalizada, o livro de controle da produção e do estoque. Teve-se como propósito neste estudo identificar quais os impactos na implantação do Bloco K na Cooperativa de Suinocultores de Lacerdópolis, objeto do estudo de caso. Os dados foram coletados por meio de entrevistas realizadas com o presidente e o contador da Cooperativa com o intuito de conhecer qual a percepção sobre a escrituração do Bloco K no Sped Fiscal e quais ações estão executando para a adaptação às normas de controle. Os entrevistados afirmaram ter ciência sobre a nova exigência, salientando que ainda não haviam realizado testes nessa função. A Cooperativa possui profissionais e sistema adequado para alimentar o novo bloco. Destacaram que a principal dificuldade será a mensuração do estoque dos ativos biológicos em razão das diversas variáveis que afetam esse processo de produção. O estudo demonstrou que a empresa espera mais informações por parte do fisco.

Palavras-chave: Controle. Sped Fiscal. Bloco K.

Downloads

Publicado

08-09-2015

Como Citar

Proner, A., Da Cas, C., & Fraron, D. (2015). ESTUDO DE CASO: IMPACTOS NA IMPLANTAÇÃO DO SPED FISCAL/BLOCO K – CONTROLE DA PRODUÇÃO E DO ESTOQUE EM UMA COOPERATIVA AGROPECUÁRIA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/8088

Edição

Seção

Joaçaba - Ensino