APLICAÇÃO DE NITROGÊNIO COM TAXA VARIÁVEL NA CULTURA DO MILHO

Autores

  • Mauricio Vicente Alves Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Everson Kuhn Sbruzzi
  • Gabriela Naibo
  • Cristiano Nunes Nesi
  • Eduardo Frozza

Resumo

A aplicação de nitrogênio em taxa variável na cultura do milho visa minimizar os custos de produtividade e as perdas do produto aplicado, visto que o nitrogênio é o principal macro nutriente exigido pela cultura do milho, porém, ele deve ser aplicado corretamente em estágios necessários para que ocorra absorção adequada pela planta. Objetivou-se, com este estudo, avaliar o efeito de aplicação de nitrogênio em taxas variáveis na produtividade do milho, analisar e comparar o custo-benefício da aplicação de nitrogênio com taxa variável e verificar o lucro final e os componentes do rendimento da cultura do milho quando o N é aplicado de diferentes maneiras. O experimento foi realizado no Município de Faxinal dos Guedes, SC, em um Latossolo Vermelho, onde foram realizadas aplicações de N em taxa fixa e variável, em um delineamento experimental com duas repetições e com seis aplicações de N. Foram coletadas seis amostras de solo e grão aleatoriamente em cada aplicação para avaliar os teores de nutrientes no solo e no grão do milho após a aplicação de nitrogênio em taxas fixa e variável sob diferentes dosagens. Os resultados obtidos indicam que, quando aplicado em taxa variável, há uma grande redução nas perdas de N, gerando um aumento de 6,44% na produtividade, além de ganho de tempo na aplicação e maior rendimento de aplicação, uniformidade de produtividade, menores custos e menor quantidade de produto aplicado comparando-se à aplicação realizada em taxa fixa.

Palavras-chave: Taxa fixa. Zea mays. N em cobertura.

Downloads

Publicado

08-09-2015

Como Citar

Alves, M. V., Kuhn Sbruzzi, E., Naibo, G., Nunes Nesi, C., & Frozza, E. (2015). APLICAÇÃO DE NITROGÊNIO COM TAXA VARIÁVEL NA CULTURA DO MILHO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/8039

Edição

Seção

Xanxerê - Pesquisa