ESTUDO DOS PARÂMETROS E LEVANTAMENTO DAS ANÁLISES DO LABORATÓRIO DE SOLOS DA UNOESC CAMPOS NOVOS

Autores

  • César Augustus Winck UNOESC
  • Amanda Valentini Baseggio
  • Amanda Valentini Baseggio
  • Analu Mantovani
  • Silvio Santos Junior

Resumo

Com o passar das décadas, vem ocorrendo melhoria da qualidade dos solos e da capacidade produtiva. Obter ganhos de produtividade em áreas já agricultáveis, por meio de solos que sejam produtivos, é um dos principais objetivos. Por isso, torna-se cada vez mais necessário o emprego de análises laboratoriais, as quais revelarão as necessidades básicas dos mais diversos tipos de solos, podendo estes serem benéficos na melhoria nutricional e consequentemente no incremento produtivo. A análise de solo tem uma função relevante, pois auxilia engenheiros agrônomos e agricultores a terem uma percepção dos principais problemas do solo relacionados ao manejo químico das áreas agrícolas para ajustar as recomendações de calagem e adubação de acordo com as necessidades de cada sistema de cultivo. Neste trabalho teve-se por objetivo fazer um levantamento da quantidade de análises recebidas verificando as regiões de abrangência do laboratório e o estudo dos parâmetros físicos e químicos obtidos das amostras analisadas. O trabalho foi realizado no Laboratório de Solos da Unoesc Campos Novos, SC, no ano 2014. As amostras de solos foram recebidas de produtores, técnicos, cooperativas, entre outros. Foi realizado um levantamento das amostras química básica, química completa e física e das regiões de abrangência. Das análises físicas foi realizado estudo da argila e das químicas correlações dos parâmetros. As áreas de abrangência das análises realizadas no Laboratório dividiram-se entre os Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, onde 56,3% dos solos analisados apresentaram mais que 35% do teor de argila, possuindo, então, alta capacidade de retenção de água, a qual é benéfica às plantas. Com a correlação dos parâmetros químicos, observou-se que o aumento do pH dos solos aumenta os teores de cálcio, magnésio e a saturação por bases, considerando que o pH está diretamente relacionado com a eficiência da absorção de nutrientes pelas células das raízes da planta, afetando, assim, sua capacidade de desenvolvimento e consequentemente a produtividade. Observou-se também que o aumento da saturação por alumínio diminuiu a saturação por bases; esta pode ser utilizada como critério de recomendação de calagem, a qual tem por objetivo reduzir a acidez do solo para que esta não seja um fator limitante no rendimento produtivo das plantas. Essas correlações explicaram de 46 a 94% da variância entre os parâmetros avaliados.

Palavras-chave: Análise física. Análise química. Correlação.

Biografia do Autor

César Augustus Winck, UNOESC

Dr. em Agronegócios

Amanda Valentini Baseggio

Aluna Agronomia UNOESC Campos Novos

Downloads

Publicado

08-09-2015

Como Citar

Winck, C. A., Baseggio, A. V., Valentini Baseggio, A., Mantovani, A., & Santos Junior, S. (2015). ESTUDO DOS PARÂMETROS E LEVANTAMENTO DAS ANÁLISES DO LABORATÓRIO DE SOLOS DA UNOESC CAMPOS NOVOS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/7990

Edição

Seção

Joaçaba - Pesquisa