ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL

Autores

  • Francine Cristine Garghetti Unoesc Campus Chapecó

Resumo

A atuação dos psicólogos nas escolas por muito tempo ocorreu da mesma maneira que nos consultórios particulares, ou seja, atendendo clinicamente os alunos encaminhados pelo corpo docente com queixas de agressividade, dificuldade de aprendizagem, distração, entre outras. No entanto, o psicólogo escolar deve oferecer mais ênfase no desenvolvimento da criança do que na patologia e deve trabalhar com a família, os professores, os coordenadores pedagógicos, os gestores, encontrando soluções de maneira coletiva, facilitando a comunicação e servindo como agente de mudanças dentro da instituição-escola. Neste trabalho relata-se a experiência do Estágio Supervisionado em Psicologia Escolar, que é realizado no último ano do Curso de Psicologia da Unoesc Chapecó. O objetivo com o estágio é a realização de atividades na área da Psicologia Escolar e Educacional, para conhecer a comunidade escolar e propor ações de promoção da saúde, transformação pessoal e social, bem como intervenções a partir de suporte teórico e prático da Psicologia Escolar e Educacional e da teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano de Urie Bronfenbrenner.  Pode ser realizado nos diversos níveis escolares, desde a Educação Básica (Educação infantil, Ensino fundamental e Ensino médio), Educação Tecnológica, Educação Superior até a Educação Especial. Os locais de estágio são escolhidos pelos próprios acadêmicos e até o momento foram instituições públicas de ensino em sua totalidade. Durante o período de realização do estágio busca-se conhecer o contexto da instituição de ensino para, posteriormente, realizar intervenções de acordo com as possibilidades e necessidades da comunidade escolar. Além disso, são realizadas supervisões acadêmicas semanais para orientação das intervenções e encaminhamentos das demandas encontradas. O estágio supervisionado segue um fluxo em que, primeiramente, é realizada a avaliação institucional, momento de levantamento das demandas, para, na sequência, sejam propostas as ações direcionadas à realidade encontrada. Até o presente momento, cinco turmas já realizaram o Estágio em Psicologia Escolar, tendo desenvolvido oficinas lúdicas com crianças e adolescentes, com o objetivo de estimular o desenvolvimento, a psicomotricidade, a aprendizagem, a relação interpessoal; grupos operativos para trabalhar temas específicos com crianças, adolescentes, professores e funcionários das instituições de ensino; acolhimentos de crianças, adolescentes, familiares e professores para encaminhamentos extra-escola; participações em reuniões pedagógicas, conselhos de classe e outras atividades escolares. Acredita-se que as atividades desenvolvidas influenciam positivamente na comunicação das instituições de ensino, nas mudanças de comportamento e no desenvolvimento das crianças e dos adolescentes, na melhora da qualidade de vida delas e dos demais agentes educativos envolvidos no processo.

Palavras-chave: Psicologia escolar e educacional. Bioecologia do desenvolvimento humano. Bronfenbrenner. Estágio supervisionado. Educação.

Biografia do Autor

Francine Cristine Garghetti, Unoesc Campus Chapecó

Mestre em Psicologia, psicóloga e professora do curso de Psicologia da Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC CHAPECÓ.

Downloads

Publicado

08-09-2015

Como Citar

Garghetti, F. C. (2015). ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/7728

Edição

Seção

Chapecó - Ensino