QUEM VOCÊS PENSAM QUE ELES SÃO?

Autores

  • Vanusa Maggioni
  • Fabio Augusto Lise

Resumo

Compreende-se representação social como uma forma de conhecimento socialmente elaborada e partilhada com um objetivo prático, e que contribui para a construção de uma realidade do conjunto social. No Brasil, estima-se que o número de catadores de materiais recicláveis seja de aproximadamente 500.000, observando-se que no Município de Chapecó foram identificados aproximadamente 526 catadores no ano de2012. Arotina diária do catador é exaustiva e realizada em condições precárias, muitas vezes ultrapassando doze horas ininterruptas; um trabalho exaustivo visto as condições a que esses indivíduos se submetem. Essas pessoas constituem uma massa de desempregados que, por sua idade, condição social e baixa escolaridade, não encontram lugar no mercado formal de trabalho, sentindo-se excluídas socialmente. A partir desse contexto, o objetivo desta pesquisa foi compreender as representações sociais dos acadêmicos de Psicologia da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) sobre catadores de materiais recicláveis de Chapecó. Esta foi uma pesquisa qualitativa do tipo Exploratório; a população inclui 10 acadêmicos de várias fases do Curso de Psicologia da Unoesc de Chapecó, SC. Para a coleta dos dados, utilizou-se como instrumento um Grupo Focal. A interpretação dos dados ocorreu por meio do método de análise de discurso. A pesquisa identificou os conceitos e possíveis percepções dos acadêmicos sobre o trabalho dos catadores, observando as expressões (emoções) destes ao opinar sobre os catadores e as possibilidades de contribuição na elaboração de programas de inserção/inclusão social dos catadores de materiais recicláveis. A representação social expressa pelos participantes envolve conceitos que remetem a uma profissão que deve ser valorizada. Para os acadêmicos, a profissão de catador deveria atender a algumas normas que possibilitariam que a sociedade não associasse esses profissionais ao trabalho que desenvolvem. Os estudantes manifestaram que os catadores deveriam ter horários formais de trabalho como as demais profissões, além de uniformes, estruturas de trabalho, higiene. Percebe-se que o Curso de Psicologia contribui para a construção das representações sociais que os participantes do estudo fazem sobre a profissão de catador, pois estes percebem a influência do preconceito da sociedade e compreendem a necessidade de melhorias sociais.

Palavras-chave: Representações sociais. Acadêmicos de Psicologia. Catadores.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Maggioni, V., & Lise, F. A. (2014). QUEM VOCÊS PENSAM QUE ELES SÃO?. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 36. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5799

Edição

Seção

PIBIC- CNPq