APLICAÇÃO DE 1-METILCICLOPROPENO NA CONSERVAÇÃO DE MAÇÃS

Autores

  • Ana Paula de Lima Rossine
  • Edson de Souza

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de 1- Metilciclopropeno em maçãs da variedade Gala, armazenadas em atmosfera controlada. Foram utilizadas maçãs da variedade Gala, da empresa Renar Maçãs S/A, colhidas nos primeiros dias do mês de fevereiro de 2013. Após 207 dias de armazenagem, em média, as maçãs tratadas com 1-MCP apresentavam resistência de polpa 14,4 Lbs, superior àquelas não tratadas, as quais apresentaram em média resistência de polpa de 13,4 Lbs. O conteúdo de sólidos solúveis totais não apresentou diferença significativa. Somente as frutas tratadas com 1-MCP encontram-se em condições adequadas para o consumo quando submetidas a teste de prateleira, em 25 ºC por 21 dias após a abertura da câmara frigorífica. A aplicação do 1-MCP na conservação de maçãs obteve um resultado positivo, pois se comprovou que reduz a taxa de produção de etileno, evitando a perda da resistência de polpa, preservando o teor de sólidos solúveis totais, quando armazenadas sob atmosfera controlada por longo período.

Palavras-chave: 1- Metilciclopropeno. Etileno. Atmosfera controlada. Resistência de polpa. Sólidos solúveis totais.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Rossine, A. P. de L., & de Souza, E. (2014). APLICAÇÃO DE 1-METILCICLOPROPENO NA CONSERVAÇÃO DE MAÇÃS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 338. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5798

Edição

Seção

Videira - Pesquisa