PRODUÇÃO DE COAGULANTES À BASE DE FERRO PARA O TRATAMENTO DE ÁGUAS E EFLUENTES A PARTIR DO ÓXIDO FÉRRICO RESULTANTE DO PROCESSO DE USTULAÇÃO DA PIRITA PRESENTE EM REJEITOS DE MINERAÇÃO DE CARVÃO

Autores

  • Henrique Miotelli
  • Jean Carlo Salomé dos Santos Menezes

Resumo

A oxidação da pirita (FeS2) na presença de ar e água origina a geração de drenagem ácida de mina (DAM). A oxidação da pirita em presença de água promove a formação de H2SO4 (ácido sulfúrico), o que promove a liberação de ferro nas formas de Fe+2 e Fe+3, sulfatos e uma série de outros metais, como Al, Cd, Cu, Mn e Zn. Esse problema ocorre de forma bastante intensa na região carbonífera do Sul de Santa Catarina. A Indústria Carboquímica catarinense, ICC, entrou em operação em 1979 com o processo de ustulação da pirita e conseguinte produção de ácido sulfúrico e ácido fosfórico, matéria-prima básica para a produção de fertilizantes. No processo de ustulação, a ICC consumiu em treze anos mais de 2,3 milhões de toneladas de pirita, gerando, consequentemente, 1,5 milhões de toneladas de óxido férrico. Com o fechamento da ICC, todo o resíduo sólido rico em pirita gerado em razão da mineração e do beneficiamento de carvão deixou de ter uma utilização industrial no Brasil e ainda restou 1,5 milhão de toneladas de Fe2O3, rejeito do processo de ustulação da pirita. Neste trabalho, utilizou-se o Fe2O3, proveniente das operações da antiga ICC, e um Óxido Hidróxido de Ferro resultante de processo de tratamento de DAM, para a produção de coagulantes à base de ferro, o que está em sintonia com os princípios da atualidade no que diz respeito ao desenvolvimento sustentável e aos programas de resíduo zero.

Palavras-chave: DAM. Óxido férrico. Hidróxido férrico. Coagulantes.

Downloads

Publicado

2014-08-29

Como Citar

Miotelli, H., & Menezes, J. C. S. dos S. (2014). PRODUÇÃO DE COAGULANTES À BASE DE FERRO PARA O TRATAMENTO DE ÁGUAS E EFLUENTES A PARTIR DO ÓXIDO FÉRRICO RESULTANTE DO PROCESSO DE USTULAÇÃO DA PIRITA PRESENTE EM REJEITOS DE MINERAÇÃO DE CARVÃO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 358. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5792

Edição

Seção

Videira - Pesquisa