COMBATE À CORRUPÇÃO

Autores

  • Caren Silva Machado
  • Felipe Secco

Resumo

O projeto “Combate à Corrupção” visa inserir o graduando do Curso de Direito no universo político. Tem o objetivo de criar uma visão crítica e reflexiva no estudante de Direito para que ele possa ter ciência da sua importância como ator das mudanças sociais. O projeto, na sua última edição, foi desenvolvido por uma professora e seis estudantes do Curso de Direito. Inicialmente foram realizados encontros na universidade e posteriormente o grupo foi até uma escola estadual de Chapecó, SC. Assim, o projeto fomenta ao estudante a possibilidade de desenvolver uma formação cidadã. Em um primeiro momento, conceituam-se as diversas formas de corrupção, desde os pequenos atos corruptos até a corrupção política. Conscientiza-se que os mais simples atos fazem a diferença para coibir a corrupção. O projeto também aborda o controle social explicando quem pode participar, quais são as ferramentas disponibilizadas para o controle ser eficiente, que órgãos recebem e processam as denúncias, como denunciar, enfim, há diversas maneiras de coibir a prática dos corruptos e este trabalho traz algumas delas. Demonstra as ferramentas que o Brasil dispõe para que haja a participação efetiva do cidadão no controle social. Os estudantes conhecem os portais de transparência e outros instrumentos de combate à corrupção. O projeto “Combate à Corrupção” foi desenvolvido durante encontros na universidade e posteriormente apresentado para turmas do ensino médio na Escola de Educação Básica Professora Luiza Santin de Chapecó, SC; aproximadamente 120 alunos ouviram a palestra e puderam interagir trocando conhecimentos e ampliando o aprendizado a todos os envolvidos.

Palavras-chave: Combate à corrupção. Controle social. Formação cidadã.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Machado, C. S., & Secco, F. (2014). COMBATE À CORRUPÇÃO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 107. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5782

Edição

Seção

Chapecó - Extensão