A REUTILIZAÇÃO DE UM DISPOSITIVO INTRAURICULAR COM PROGESTÁGENO NA MANIFESTAÇÃO DE ESTRO E PRENHEZ DA ESPÉCIE OVINA

Autores

  • José Francisco Manta Bragança Universidade do Oeste de Santa Catarina Xanxerê
  • Fernando Raphael Oliveira Drissen Universidade do Oeste de Santa Catarina-Xanxerê
  • Alexandre Canal Júnior Universidade do Oeste de Santa Catarina Xanxerê
  • José Francisco Xavier da Rocha Universidade do Oeste de Santa Catarina - São Miguel do Oeste
  • Ricardo Xavier da Rocha Universidade do Oeste de Santa Catarina-Xanxerê
  • Paulo Eduardo Bennemann Universidade do Oeste de Santa Catarina-Xanxerê

Resumo

O objetivo do trabalho avaliou o desempenho da reutilização de um implante auricular de norgestomet nos índices de manifestação de estro e prenhez na espécie ovina. Foram empregadas 55 fêmeas da raça Texel as quais, após terem sua condição corporal (CC 3.5±0.5) e peso vivo (65±3 Kg) avaliados, foram ao acaso separadas em dois grupos: o grupo NORN-novo (n=30) e o grupo NORU-usado (n=25) experimental. Previamente ao início do trabalho, dispositivos foram utilizados em um grupo de ovelhas para a obtenção dos dispositivos para uso no grupo experimental. A dose de norgestomet empregada nos grupos foi 1/2 da recomendada para a espécie bovina. O protocolo hormonal empregado nos grupos consistiu na aplicação de um dispositivo auricular no dia 0 (início do experimento) por seis dias. Na retirada do dispositivo (dia 6) foram aplicados pela via intramuscular um análogo de prostaglandina (1 ml) e eCG (250 UI), sendo disponibilizadas às fêmeas junto aos reprodutores com seu peitoral pintado para detectar os estros por 5 dias após a retirada do dispositivo. Os índices de manifestação de estros 93.3% (28/30) - 90% (23/25) e prenhez 73.3% (22/30) - 68% (17/25) nas fêmeas dos grupos NORN e NORU, respectivamente, não revelaram diferença estatística significativa. Conclui-se que a reutilização de dispositivos auriculares à base de norgestomet quando associados ao eCG e um análogo de prostaglandina em períodos curtos de tratamento permitem uma satisfatória resposta estral e de prenhez na espécie ovina.

Palavras-chave: eCG. Estro. Norgestomet. Ovino. Prostaglandina.

Biografia do Autor

José Francisco Manta Bragança, Universidade do Oeste de Santa Catarina Xanxerê

Doutor em Fisiopatologia da Reprodução Animal;

Departamento de Clínica de Grandes Animais;

Setor de Ovinocultura.

Fernando Raphael Oliveira Drissen, Universidade do Oeste de Santa Catarina-Xanxerê

Acadêmico de Medicina Veterinária bolsista responsável do projeto

Alexandre Canal Júnior, Universidade do Oeste de Santa Catarina Xanxerê

Acadêmico da Medicina Veterinária colaborador do projeto

José Francisco Xavier da Rocha, Universidade do Oeste de Santa Catarina - São Miguel do Oeste

Mestre,docente da Medicina Veterinária UNOESC São Miguel do Oeste

Ricardo Xavier da Rocha, Universidade do Oeste de Santa Catarina-Xanxerê

Docente, Doutor Medicina Veterinária UNOESC Xanxerê

Paulo Eduardo Bennemann, Universidade do Oeste de Santa Catarina-Xanxerê

Docente, Doutor Medicina Veterinária UNOESC Xanxerê

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Manta Bragança, J. F., Oliveira Drissen, F. R., Canal Júnior, A., Xavier da Rocha, J. F., da Rocha, R. X., & Bennemann, P. E. (2014). A REUTILIZAÇÃO DE UM DISPOSITIVO INTRAURICULAR COM PROGESTÁGENO NA MANIFESTAÇÃO DE ESTRO E PRENHEZ DA ESPÉCIE OVINA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 407. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5722

Edição

Seção

Xanxerê - Pesquisa