EFICIÊNCIA AGRONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DA BACTÉRIA Azospirillum brasilense SOBRE OS COMPONENTES DE RENDIMENTO DA CULTURA DO TRIGO

Autores

  • André Sordi
  • Daian Simon Rozzeto
  • Felipe Leonardo Zanella
  • Thiago Paulo Vergutz

Resumo

Avaliou-se a eficiência agronômica da utilização da bactéria Azospirillum brasilense sobre os componentes de rendimento da cultura do trigo (Triticum aestivum L.) em razão do conhecido potencial dessa bactéria fixar nitrogênio atmosférico. O nitrogênio é um nutriente requerido em grandes quantidades pelas plantas cultivadas, sendo essencial ao crescimento e ao desenvolvimento destas, e representa uma fração considerável do custo de produção em razão da grande quantidade de energia utilizada pela indústria de fertilizantes para sintetizado; no entanto, existem mecanismos na natureza capazes de sintetizar o nitrogênio atmosférico de forma biológica, tornado-o disponível às plantas com alta eficiência, sem resíduo poluente e a baixo custo. O experimento foi conduzido no Município de São José do Cedro, região Extremo Oeste do Estado de Santa Catarina, no ano 2013, nas dependências da Unoesc. A semeadura foi realizada no dia 22 de julho de 2013. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados (DBC), visto que possuiu dois tratamentos, sendo T1: com inoculação da bactéria Azospirillum brasilense via tratamento de sementes, no momento que antecede a semeadura, totalizando 20 m2 com esse tratamento, e T2: sem inoculação, com a mesma área descrita para T1. As avaliações foram realizadas em estádio de maturação fisiológica, em que foram avaliadas as seguintes variáveis respostas: número de perfilhos, matéria seca da raiz, matéria seca da parte aérea, peso do hectolitro (PH), peso de mil grãos, rendimento e proteína do grão. As avaliações obtidas no ensaio em relação aos diferentes tratamentos demonstraram resultados bastante conclusivos e evidenciaram que o suprimento complementar de nitrogênio obtido pela associação com a bactéria Azospirillum brasilense influencia positivamente as plantas de trigo.  A utilização de Azospirillum brasilense, aplicado via tratamento de sementes, mostra-se como alternativa viável na obtenção de desempenhos máximos na busca sustentável das atividades agrícolas. Trata-se de uma tecnologia promissora que demanda mais pesquisas e aprimoramento dos métodos de utilização.

Palavras-chave: Trigo. Fixação biológica de Nitrogênio. Azospirillum brasilense.

Downloads

Publicado

2014-08-29

Como Citar

Sordi, A., Rozzeto, D. S., Zanella, F. L., & Vergutz, T. P. (2014). EFICIÊNCIA AGRONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DA BACTÉRIA Azospirillum brasilense SOBRE OS COMPONENTES DE RENDIMENTO DA CULTURA DO TRIGO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 258. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5689

Edição

Seção

São Miguel do Oeste - Ensino