AVALIAÇÃO DO RENDIMENTO DE GRÃOS DAS CULTIVARES DE SORGO GRANÍFERO ADV 123, ADV 114 E BRS 332 EM DIFERENTES ÉPOCAS DE SEMEADURA NO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO CEDRO, SC

Autores

  • André Sordi
  • Alexandre Davide Rigon
  • Vinicius Santin Cozer

Resumo

O sorgo (Sorghum bicolor L. Moench) é o quinto cereal mais importante no mundo e o quarto no ranking de produção brasileira. O cultivo de sorgo granífero na região do Extremo Oeste catarinense é pouco expressivo, comparando-se às demais culturas, como o milho e a soja, em razão da pouca difusão de informações sobre manejo e adaptação da cultura ao local e a dificuldade na escolha das cultivares mais aptas para a produção de grãos em âmbito regional. Com o lançamento de novas cultivares de sorgo granífero e com a seleção de genótipos adaptados a climas subtropicais e temperados, surge a oportunidade da utilização da espécie nesses ambientes. Para tal, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o rendimento de grãos das cultivares de sorgo granífero ADV 123, ADV 114 e BRS 332 em relação a diferentes épocas de semeadura.  O experimento foi conduzido durante a safra 2013/2014, em uma área de semeadura direta do campo experimental da Universidade do Oeste de Santa Catarina, no Município de São José do Cedro. O delineamento foi realizado em blocos ao acaso, com esquema fatorial 3x3 em parcela subdividida (PSD), sendo as cultivares na parcela principal e as épocas de semeadura nos meses de outubro, novembro e dezembro na sub-parcela, com três repetições. Foram analisadas as variáveis número de inflorescências, peso de mil sementes, número de grãos por inflorescência e rendimento de grãos por hectare. Os dados coletados foram submetidos à análise de variância pelo teste F e as diferenças entre as médias foram comparadas pelo teste de Tukey (p≤0,05). Não foram observadas diferenças significativas (p≤0,05) em relação à variável número de inflorescências, nas diferentes épocas de semeadura e entre as cultivares. Na variável peso de mil sementes, foi observada diferença significativa apenas entre as cultivares, mas não nas diferentes épocas de semeadura e não houve diferença significativa (p≤0,05) para a variável número de grãos por inflorescência. A semeadura do sorgo no mês de dezembro apresentou os menores valores de rendimento de grãos, diferindo estatisticamente das semeaduras realizadas em outubro e novembro, e as cultivares ADV 123 e ADV 114 apresentaram maior rendimento de grãos, diferindo estatisticamente da BRS 332. A semeadura do sorgo no Município de São José do Cedro deve, preferencialmente, ocorrer nos meses de outubro e novembro.

Palavras-chave: Sorgo. Cultivares. Época. Rendimento.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Sordi, A., Rigon, A. D., & Cozer, V. S. (2014). AVALIAÇÃO DO RENDIMENTO DE GRÃOS DAS CULTIVARES DE SORGO GRANÍFERO ADV 123, ADV 114 E BRS 332 EM DIFERENTES ÉPOCAS DE SEMEADURA NO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO CEDRO, SC. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 251. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5686

Edição

Seção

São Miguel do Oeste - Ensino