ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DO ALELO T DO POLIMORFISMO T102C DO GENE 5-HT2A NA LONGEVIDADE DOS SERES HUMANOS

Autores

  • Alexis Trott
  • Beatriz da Silva Rosa
  • Jeferson Noslen Casarin

Resumo

A mudança no perfil de envelhecimento populacional e o aumento da expectativa de vida encontram-se em fases diferenciadas em diversas regiões do mundo. Todavia, o aumento exponencial na proporção de idosos na população mundial é algo notável. O gene 5-HT2A, com o seu polimorfismo T102C, pode estar relacionado ao tempo de sobrevida de uma população, já que pesquisas têm demonstrado sua associação com maior ou menor suscetibilidade ao desenvolvimento de patologias e comportamentos de risco que diminuem o tempo de vida. O objetivo deste estudo foi analisar a distribuição do polimorfismo T102C do gene 5-HT2A em diferentes componentes etários representados por indivíduos de um a 104 anos. O DNA foi extraído dos descartes de amostras de sangue de 638 indivíduos do Oeste de Santa Catarina que realizaram exames de rotina no Laboratório Escola de Análises Clínicas da Unoesc de São Miguel do Oeste. A técnica de PCR-RLFP foi utilizada para a genotipagem e os resultados foram categorizados de acordo com a faixa etária dos indivíduos: “jovens”, “adulto jovem”, “adulto (meia-idade)”, “idoso jovem” e “idoso longevo”. Foram observadas diferenças relevantes entre a distribuição dos alelos do polimorfismo T102C do gene 5-HT2A entre a população de idosos longevos (> 80anos) com os demais grupos. Esses resultados sugerem que o polimorfismo T102C do gene 5-HT2A pode desempenhar algum papel na longevidade humana.

Palavras-Chave: Envelhecimento. Longevidade. Gene 5-HT2A. Polimorfismo T102C.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Trott, A., Rosa, B. da S., & Casarin, J. N. (2014). ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DO ALELO T DO POLIMORFISMO T102C DO GENE 5-HT2A NA LONGEVIDADE DOS SERES HUMANOS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 274. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5617

Edição

Seção

São Miguel do Oeste - Pesquisa