RESÍDUOS DA INDÚSTRIA MOVELEIRA DA CIDADE DE PINHALZINHO, SC: COMO APLICÁ-LOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Autores

  • Lidiane Camiloti
  • Claudia Maria Hanzen

Resumo

O presente trabalho consiste na pesquisa e análise de como aproveitar os resíduos da indústria moveleira que atua diretamente na cadeia produtiva de móveis na cidade de Pinhalzinho, SC. A pesquisa consiste em um levantamento relacionado à utilização desse resíduo para o possível desenvolvimento de produtos acabados (móveis) com apelo sustentável, pois esse segmento é intensivo na cidade, com forte geração de emprego e renda. O objetivo da pesquisa foi identificar o material descartado diariamente pelas indústrias com o propósito de identificar a quantidade e os tipos de madeiras que são descartados pela indústria local e propor/desenvolver um modelo de móvel que possa ser produzido com o aproveitamento desse material.  O resultado do projeto apresenta números e dados específicos da produção local que foram coletados e posteriormente analisados. Com a aplicação da metodologia de Bernd Löbach (2001), foram desenvolvidos estudos direcionados à produção de modelos de móveis com o reaproveitamento de materiais. Por meio deste processo, aplicou-se o design sustentável, demonstrando ser possível desenvolver uma linha de móveis com materiais alternativos. Nesse contexto, destaca-se o design como elemento de fundamental importância na valorização desses resíduos para criação.

Palavras-chave: Resíduos. Sustentabilidade. Móveis.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Camiloti, L., & Hanzen, C. M. (2014). RESÍDUOS DA INDÚSTRIA MOVELEIRA DA CIDADE DE PINHALZINHO, SC: COMO APLICÁ-LOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 311. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5613

Edição

Seção

São Miguel do Oeste - Pesquisa