AS CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA NOS FENÔMENOS DA APRENDIZAGEM E DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL NO AMBIENTE ESCOLAR

Autores

  • Cleocimar Aigner Paludo Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê
  • Diandra Biesek Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê
  • Patrícia Wilsen Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê

Resumo

O presente relatório de estágio de observação do Estágio Básico IV foi realizado em uma Instituição no Oeste de Santa Catarina, tendo determinado como objetivo observar uma criança no ambiente escolar, proporcionando assim aos acadêmicos a oportunidade de compreensão de fatores como a aprendizagem e o desenvolvimento pessoal. Este trabalho teve como objetivo compreender o comportamento do aluno em ambiente escolar, caracterizar as dificuldades no processo de aprendizagem em sala de aula, identificar fatores presentes para que o processo de aprendizagem ocorra, explicar como funciona o ambiente escolar e relacionar as observações com as teorias de aprendizagem e com a psicologia escolar. A pesquisa realizada é qualitativa, com observação direta, por meio de algumas observações da criança em sala de aula, e descritiva, com a finalidade de descrever o objeto de pesquisa, além de ser bibliográfica. Para viabilizar, serão realizadas algumas observações no ambiente escolar tendo como foco a criança de quatro anos de idade, sexo feminino e que cursa o pré-escolar. A interpretação e a análise dos resultados serão em relação às teorias de aprendizagem abordadas nas disciplinas da quarta fase do Curso de Psicologia. Com as observações realizadas identificamos que a criança mora com seus pais e três irmãos, classe média baixa. Percebemos que a criança é educada, trata bem todos os colegas, porém não tem muitos amigos e se alegra ao conversar com outras pessoas e receber elogios, ou seja, é carente de carinho e atenção. A família é pobre e passa por dificuldades de relacionamento e saúde; o pai consome bebidas alcoólicas em grande quantidade e bate na mãe e filhos; a mãe, por sua vez, não é cuidadosa com as crianças, demonstrando poucos cuidados higiênicos e estéticos. Ambos trabalham fora e as crianças ficam sob cuidados de vizinhos desde pequenos. Não foi possível constatar dificuldade de aprendizagem na criança observada comparando com os demais colegas, porém é possível perceber de uma forma bem clara a falta de estímulos por parte da professora e da família. Portanto, com essas observações, podemos perceber que a presença de um profissional da área de Psicologia no ambiente Escolar seria de suma importância, pois promoveria a interação entre escola, aluno e família. Auxiliaria na organização de planos políticos e pedagógicos da escola, para que o processo de aprendizagem ocorra de uma maneira significativa para as crianças, além de ajudá-las quando apresentarem dificuldades em sala de aula e familiares.

Palavras-chave: Aprendizagem. Ambiente escolar. Família. Psicólogo.

Biografia do Autor

Cleocimar Aigner Paludo, Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê

Docente do curso de Psicologia da Unoesc campus de Xanxerê.

Diandra Biesek, Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê

Acadêmica do curso de Psicologia da Unoesc campus de Xanxerê.

Patrícia Wilsen, Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê

Acadêmica do curso de Psicologia da Unoesc campus de Xanxerê.

Downloads

Publicado

2014-08-29

Como Citar

Paludo, C. A., Biesek, D., & Wilsen, P. (2014). AS CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA NOS FENÔMENOS DA APRENDIZAGEM E DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL NO AMBIENTE ESCOLAR. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 409. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5597

Edição

Seção

Xanxerê - Pesquisa