AS VARIÁVEIS PREDITORAS DA SÍNDROME DE BURNOUT EM ACADÊMICOS TRABALHADORES DO CURSO DE PSICOLOGIA

Autores

  • Cleocimar Aigner Paludo Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê
  • Simone Guimarães Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê

Resumo

A exposição constante a fatores estressores pode favorecer o desencadeamento da Síndrome de Burnout (SB), a qual é considerada uma reação à tensão emocional crônica em razão de a pessoa tratar excessivamente com outros seres humanos. Entre acadêmicos trabalhadores, o sentimento de ineficácia profissional pode estar caracterizado pela percepção de incompetência que eles têm de si, ao não atender as atividades acadêmicas propostas. Esta pesquisa quantitativa e qualitativa de delineamento descritivo objetivou identificar as variáveis preditoras da Síndrome de Burnout em acadêmicos trabalhadores do Curso de Psicologia de uma Instituição de Ensino Superior da região Oeste de Santa Catarina. Com a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), responderam ao questionário 62 acadêmicos trabalhadores da primeira, terceira, quinta e oitava fase do Curso mediante o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Também, por meio de entrevista semiestruturada, foram entrevistados os acadêmicos da terceira, quinta fase e a coordenação do Curso. Foi observado que os acadêmicos trabalhadores não apresentam a SB. No entanto, os da terceira (40%) e quinta fase (41,34%) do Curso obtiveram médias altas de exaustão emocional. Esses acadêmicos trabalhadores compreendem o grupo de risco de desenvolver a SB. Ela está contida neles em razão da alta eficácia profissional. Na terceira e quinta fase do Curso de Psicologia, as variáveis jornada de trabalho, complexidade das atividades de aprendizagem e quantidade de componentes curriculares atuam com maior ênfase como preditoras da Síndrome de Burnout.

Palavras-chave: Síndrome de Burnout. Acadêmicos trabalhadores. Psicologia. 

Biografia do Autor

Cleocimar Aigner Paludo, Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê

Docente do curso de Psicologia da Unoesc campus de Xanxerê.

Simone Guimarães, Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Xanxerê

Acadêmica do curso de Psicologia da Unoesc campus de Xanxerê.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Paludo, C. A., & Guimarães, S. (2014). AS VARIÁVEIS PREDITORAS DA SÍNDROME DE BURNOUT EM ACADÊMICOS TRABALHADORES DO CURSO DE PSICOLOGIA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 411. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5514

Edição

Seção

Xanxerê - Pesquisa