ISOLAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE MICRORGANISMOS PROMOTORES DE CRESCIMENTO VEGETAL

Autores

  • Sabrina Pinto Salamoni Universidade do Oeste de Santa Catarina - Videira
  • Gabriela de Proencio Universidade do Oeste de Santa Catarina Curso de Graduação em Engenharia de Alimentos

Resumo

Nas últimas décadas, uma alternativa para a prática dos agrotóxicos é o emprego de produtos biológicos. O controle biológico de pragas e doenças constitui um importante processo para atender à demanda de produtos e alimentos livres de resíduos deixados pelas aplicações de agrotóxicos. Diversos microrganismos têm a capacidade de produzir promotores de crescimento vegetal, como o ácido indol acético (hormônio que promove o crescimento de plantas) e sideróforos (que ajudam na absorção do ferro pelas plantas por meio de quelatização desse nutriente). Outros microrganismos tem a capacidade de solubilizar fosfato, elemento que existe nos solos na forma orgânica e inorgânica, mas de difícil assimilação por parte dos vegetais. A seleção e o emprego de microrganismos representam uma alternativa viável e de grande importância econômica, ambiental e sanitária, pois surge como alternativa para estimular o desenvolvimento vegetal, bem como inibir e/ou reduzir a incidência de possíveis fitopatógenos. Para o desenvolvimento de bioprodutos se faz necessário isolar e caracterizar microrganismos em potencial. Para a realização deste trabalho foram coletadas amostras de solo e realizadas diluições seriadas, sendo estas semeadas em diferentes meios de cultivo. Após o isolamento dos microrganismos, eles foram empregados em ensaio de produção de ácido indol acético, produção de sideróforos e ensaio de solubilização de fosfato. Foram isolados 32 microrganismos a partir de cinco amostras de solo, destes, três foram identificados como leveduras e 29 como bactérias, ocorrendo predomínio de bacilos Gram positivos. Dos 32 isolados, oito apresentaram capacidade de produzir ácido indol acético (isolados 015, 016, 021, C32, I2, N4, N5 e N7). No ensaio de produção de sideróforos, 13 (40%) isolados O1, O8, O9, O14, O21, O26, C2, C12, C32, C33, I3, B2 e B7 apresentaram resultado positivo. A solubilização de fosfato não foi observada por nenhum dos isolados testados até o momento. Dos 32 isolados, somente O21 e C32 apresentaram resultado positivo para produção de AIA e sideróforos.

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Salamoni, S. P., & de Proencio, G. (2014). ISOLAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE MICRORGANISMOS PROMOTORES DE CRESCIMENTO VEGETAL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 354. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5508

Edição

Seção

Videira - Pesquisa