NOVO JORNALISMO: A CONSTRUÇÃO DA NARRATIVA NAS MÍDIAS IMPRESSAS ATUAIS – ESTUDO DE CASO DAS REVISTAS VEJA E PIAUÍ

Autores

  • Gustavo Deon Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Ana Maria Oneda Mello Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Este trabalho buscou analisar os recursos narrativos e técnicas jornalísticas na construção de reportagens nos jornalismos contemporâneo e literário. Foram analisados textos que tratam do mesmo tema, publicados nas revistas Veja e Piauí, em edições de 2013. O estudo contemplou duas reportagens sobre a acusação de assassinatos de pacientes, que teriam sido praticados por uma doutora, na UTI do Hospital Evangélico de Curitiba, e duas reportagens sobre as mortes no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, após uma noite de confronto entre o BOPE e traficantes. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada pelo processo de documentação indireta. Os dados analisados evidenciaram que o jornalismo literário, por ser caracterizado pela reportagem em profundidade, é o método que mais tira proveito de oportunidades, fontes e informações na elaboração de grandes reportagens. Por ter essa abordagem mais abrangente dos fatos, esse estilo mostrou-se ainda um seguidor da imparcialidade jornalística.

Palavras-chave: Jornalismo literário. Narrativa. Revista Piauí. Revista Veja.

Downloads

Publicado

04-09-2014

Como Citar

Deon, G., & Oneda Mello, A. M. (2014). NOVO JORNALISMO: A CONSTRUÇÃO DA NARRATIVA NAS MÍDIAS IMPRESSAS ATUAIS – ESTUDO DE CASO DAS REVISTAS VEJA E PIAUÍ. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 146. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5505

Edição

Seção

Joaçaba - Ensino