AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTI-INFLAMATÓRIA DO EXTRATO BRUTO DE Parapiptadenia rigida (ANGICO), Plinia edulis (CAMBUCÁ) e Luehea divaricata (Açoita)

Autores

  • Geisson Marcos Nardi Unoesc Joaçaba
  • Julia Turra Ribeiro Unoesc Joaçaba

Resumo

Os processos inflamatórios são eventos que, em geral, visam reparar algum dano ao tecido, porém em muitos casos, pode tornar-se crônico lesionando órgãos e tecidos. Muitas plantas são utilizadas empiricamente no tratamento de doenças, porém a maioria não tem seu efeito comprovado. Além disso, os fármacos anti-inflamatórios existentes, hoje, no mercado apresentam muitos efeitos colaterais. Este trabalho teve por objetivo avaliar se os extratos brutos de Parapiptadenia rigida (ANGICO), Plinia edulis (CAMBUCÁ) e Luehea divaricata (AÇOITA) apresentam efeito anti-inflamatório, já que são utilizados na medicina popular e encontrados na nossa região, mas sem comprovação científica. Os modelos experimentais utilizados foram o edema de pata em camundongos e contorções abdominais induzidas pelo ácido acético. Os resultados mostraram que o extrato de Plinia edulis não possui efeito anti-inflamatório, pois não conseguiu reduzir o edema de pata provocado pela carragenina. O extrato bruto hidroalcoólico (EBH) de Parapiptadenia rigida apresentou uma resposta dose-dependente, reduzindo em 74,5% na dose de 300 mg/Kg e em 31,5% na de 100 mg/Kg o edema de pata. O EBH da casca de Parapiptadenia rigida foi mais efetivo na redução das contorções do que o da folha. E a fração aquosa da Luehea divaricata foi a mais efetiva em reduzir as contorções induzidas pelo ácido acético. Assim, conclui-se que o extrato de P. rigida apresenta efeito anti-inflamatório pela redução do edema e das contorções abdominais e a fração aquosa da açoita um efeito em reduzir as contorções abdominais.

Palavras-chave: Anti-inflamatório. Plantas medicinais. Edema de pata. Contorções abdominais. Antiedematogênico.

Biografia do Autor

Julia Turra Ribeiro, Unoesc Joaçaba

 

Downloads

Publicado

04-09-2014

Como Citar

Nardi, G. M., & Ribeiro, J. T. (2014). AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTI-INFLAMATÓRIA DO EXTRATO BRUTO DE Parapiptadenia rigida (ANGICO), Plinia edulis (CAMBUCÁ) e Luehea divaricata (Açoita). Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 176. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5440

Edição

Seção

Joaçaba - Pesquisa