MÉTODOS DE TREINAMENTO DA ANTECIPAÇÃO NA DEVOLUÇÃO DO SAQUE DE TÊNIS

Autores

  • Patrick Zawadzki Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Ilezam Keila Sabbi Bolsista UNOESC-R. Membro do Grupo de Pesquisa e Acadêmica do Curso de Educação Física da Universidade do Oeste de Santa Catarina, de Chapecó.

Resumo

O saque no tênis, quando executado acima de 200 km.h-1, representa uma situação difícil de resolver pelo oponente, simplesmente porque não sobra tempo disponível para reagir ao movimento da bola, e ainda, cobrir satisfatoriamente toda a quadra. Por essa razão, uma das soluções para o jogador é a de antecipar a bola percebendo o movimento técnico do sacador. Para tanto, encontrar os estímulos visuais prevalecentes é essencial para ser capaz de ajustar uma resposta de maneira eficiente e eficaz. Esses estímulos podem ser entendidos como indícios perceptivos que, desde uma perspectiva funcional, são valores oscilantes de estimulação que permitem ao jogador ajustar sua resposta em razão das suas necessidades, e sempre atendem a um aspecto duplo, o de tempo e de espaço. Uma das maneiras de poder revisar, repassar e estudar um evento ocorrido dessa complexidade, por meio de uma análise válida e fiável, é a cinemática. O objetivo deste estudo foi revisar e apresentar os métodos de pesquisa utilizados com a cinemática para estudar a antecipação do saque em tênis, em artigos científicos, dos buscadores de referências Scielo e Sportdiscus. Foram encontrados 14 artigos referentes à antecipação, à devolução do saque no tênis e à cinemática. Os resultados mostraram seis métodos utilizados: estudos experimentais com intervenção do tipo pré e pós-teste, em que são utilizadas câmeras de alta velocidade de captura para marcar ações no tempo em milésimos de segundo; estudos que trabalham com o paradigma de oclusão temporal e espacial, nos quais são editadas imagens que constringem no tempo uma parte da ação ou no espaço por meio da obstrução de uma parte da técnica do sacador para direcionar a atenção a indícios perceptivos desejados; estudos descritivos do ponto de mirada da visão, em que por meio dos pontos de fixação e dos movimentos sacádicos dos olhos são descritos possíveis indícios perceptivos; estudos que por meio da descrição relacionam pontos biomecânicos percebidos desde o campo de visão do oponente com o resultado da ação; estudos de percepção do movimento biológico, em que são ensinados aos participantes a perceber uma determinada técnica somente mediante pontos de luz sobre as protuberâncias ósseas que refletem o funcionamento biomecânico; estudos da percepção mediante oponentes virtuais construídos graficamente no computador para executar determinadas técnicas que servem no treinamento da percepção de jogadores. O relato desses métodos brinda avanços no campo do treinamento referentes à percepção do movimento, e ainda servem de base para o desenvolvimento de técnicas aplicadas como a visualização, o centering e o estabelecimento de objetivos em casos em que a descrição é difícil e na qual se faz necessário o Estudo do Oponente no Esporte.

Palavras-chave: Tênis. Devolução. Antecipação. Percepção do movimento. Cinemática.

Biografia do Autor

Patrick Zawadzki, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Doutorando em Educaçao Física, Atividade Física e Esporte pela Universidade de Barcelona.

Professor da UNOESC-Chapecó.

Ilezam Keila Sabbi, Bolsista UNOESC-R. Membro do Grupo de Pesquisa e Acadêmica do Curso de Educação Física da Universidade do Oeste de Santa Catarina, de Chapecó.

Bolsista UNOESC-R. Membro do Grupo de Pesquisa e Acadêmica do Curso de Educação Física da Universidade do Oeste de Santa Catarina, de Chapecó.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Zawadzki, P., & Sabbi, I. K. (2014). MÉTODOS DE TREINAMENTO DA ANTECIPAÇÃO NA DEVOLUÇÃO DO SAQUE DE TÊNIS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 90. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5437

Edição

Seção

Chapecó - Pesquisa