PLANO DE NEGÓCIO: IMPLANTAÇÃO DE UMA COOPERATIVA DE COSTUREIRAS NO MUNICÍPIO DE VIDEIRA, SC

Autores

  • Rafael Saretta UNOESC
  • Taisa Trombetta Demarco

Resumo

As cooperativas emergiram a partir de movimentos sociais da classe trabalhadora do século XIX e representam uma forma diferente de sistematizar e conceber o trabalho. O objetivo deste estudo foi determinar a viabilidade de implantação de uma cooperativa de costureiras no município de Videira, SC. Durante o estudo, foi demonstrado que as cooperativas possuem uma tributação diferenciada e que a cooperativa não é responsável pelo recolhimento dos direitos trabalhistas como INSS e FGTS, porém a remuneração do associado deve ser incrementada, a fim de compensá-lo. A pesquisa de mercado demonstrou que em Videira existem 55 trabalhadores na indústria têxtil e estes foram entrevistados, a fim de conhecer a realidade dos trabalhadores quanto à renda, ao trabalho e ao perfil cooperativista. Esta pesquisa demonstrou que, entre os 55 trabalhadores, existem 22 trabalhadores interessados em ingressar em um sistema de trabalho cooperativo, número esse que é suficiente para que a cooperativa possa ser formada. Durante a análise econômico-financeira, foi possível determinar que o estudo proposto é financeira e economicamente viável.

Palavras-chave: Cooperativismo. Costureiras. Plano de negócio.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Saretta, R., & Demarco, T. T. (2014). PLANO DE NEGÓCIO: IMPLANTAÇÃO DE UMA COOPERATIVA DE COSTUREIRAS NO MUNICÍPIO DE VIDEIRA, SC. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 329. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5423

Edição

Seção

Videira - Ensino