HABITABILIDADE: TRAÇO SOCIAL DE UM NOVO PERFIL PROJETUAL

Autores

  • Wallace José Chillemi UNOESC - Campus de Xanxere
  • Anderson Saccol Ferreira
  • Guilherme Pontes

Resumo

Com os avanços de novas tecnologias, a construção civil dá um passo importante para a realização da tão sonhada casa própria. A alvenaria é revelada como o sistema construtivo mais utilizado, apreciado e confiado no país, em especial na nossa região onde foi constatado o uso expressivo da técnica. Indo ao encontro da cultura popular e da busca por melhores conceitos urbanos foi proposto conceber uma edificação pré-fabricada, em que o principal interesse se fixa na sustentabilidade que uma obra planejada dispõe para o meio no qual será inserida. A contribuição da proposta explorada por esta pesquisa realça o desejo de intervenção urbana, preocupada com a paisagem em que se insere; de forma que, ao apresentar uma possibilidade de implantação de um loteamento, sugere a expansão dos limites urbanos, o conforto dos usuários prevendo traçados urbanos coerentes e satisfatórios ao relacionar este aos interesses das pessoas. Os orçamentos produzidos foram fundamentais para o conhecimento das potencialidades e das dificuldades que a proposta desta pesquisa expõe. Ao mencionar os valores das propostas, aqui nomeadas como 01 e 02, na produção da versão pré-fabricada e compará-las com o sistema convencional de trabalho em alvenaria, mostrou-se o ganho utilizando a pré-fabricação de 4,37% para a proposta 01 e de 6,21% para a proposta 02. Isso, considerando-se o exemplo de um loteamento que dispõe de 66 lotes, em valores reais, a proposta 01 obtém uma economia de R$ 97.135,50, equivalente à produção de mais 2,88 unidades habitacionais com o sistema de pré-fabricação. E com a proposta 02 é possível alcançar a retenção de expressivos R$ 138.190,14, que poderiam ser aplicados em mais de 4,10 unidades, se usado o sistema pré-fabricado. Contudo, esses valores somete podem ser praticados em grupos de unidades ou condomínios. As unidades isoladas podem sofrer variação em razão das particularidades que podem ocorrer no processo industrial, como a priorização da demanda e a especificidade de materiais. Segundo a empresa Jet Casa, a vantagem vista do sistema também será a certificação de órgãos avaliadores como IPT, que atestam a qualidade do processo, enquanto no sistema tradicional não é disponível o atestado de qualidade. Além disso, esse fator pode aumentar o tempo de execução das edificações que geralmente demoram até quatro semanas para a entrega de grupos de unidades, chegando até 12 semanas para apenas uma unidade habitacional. A dificuldade encontrada ao produzir esta pesquisa é que um sistema de pré-fabricação como o Jet Casa pode limitar a possibilidade de mudanças ou ampliação, pelo fato de que os painéis são estruturais.

Palavras-chave: Construção. Industrialização. Habitação. Tecnologia.

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

Chillemi, W. J., Saccol Ferreira, A., & Pontes, G. (2014). HABITABILIDADE: TRAÇO SOCIAL DE UM NOVO PERFIL PROJETUAL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, 433. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/5240

Edição

Seção

Xanxerê - Pesquisa