INCLUSÃO NA SOCIEDADE E FUNCIONAMENTO DAS ESCOLAS ESPECIAIS / APAES

Autores

  • Dirlei Weber Rosa Unoesc
  • ALICE DE MIRANDA MENDES
  • ANIELA MILENA SCHEUERMANN
  • FABIANI SALETE WEBER
  • ADRIANA SERNAJOTO

Biografia do Autor

ALICE DE MIRANDA MENDES

O estudo envolveu a temática Inclusão na Sociedade e Funcionamento da Escola Especial/APAE. As escolas especiais, são conhecidas por suas mantenedoras as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAEs, instituições especializadas em atender pessoas com deficiências e a auxiliar na inclusão. O objetivo geral  foi entender o funcionamento da APAE, como as pessoas são inseridas na instituição e na sociedade. A pesquisa foi aplicada nos municípios de Capinzal e Ipira de maneira remota. Também com funtamentação bibliográfica. Caracteriza-se como qualitativa com questões abertas, para pais, instituições e pessoas da sociedade. Conclui-se que a pessoa com deficiência mesmo com todo o aparato legal e direitos adquiridos, muito ainda tem-se a aprimorar. O preconceito permeia em seu cotidiano a falta de inclusão na sociedade é evidente. No funcionamento da APAE, percebeu-se a preparação física, administrativa e profissional que a instituição possui.O cuidado com faltas e o pedido aos pais para sempre estarem avisando, mostra o cuidado e preocupação com os alunos. Orientaçoes, preparo encaminhamento dos mesmos para entrar no mercado de trabalho é significativo, mas pouco aceito. A inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, percebe-se que as repartições públicas e também privadas nem sempre são acessíveis aos deficientes, entretanto há aqueles que procuram se adaptar. O desconhecimento e a hipocrisia fazem com que as pessoas com deficiência não consigam utilizar por completo de seus direitos e assim sendo mais uma vez excluídos do grande  grupo dos ditos normais.

ANIELA MILENA SCHEUERMANN

O estudo envolveu a temática Inclusão na Sociedade e Funcionamento da Escola Especial/APAE. As escolas especiais, são conhecidas por suas mantenedoras as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAEs, instituições especializadas em atender pessoas com deficiências e a auxiliar na inclusão. O objetivo geral  foi entender o funcionamento da APAE, como as pessoas são inseridas na instituição e na sociedade. A pesquisa foi aplicada nos municípios de Capinzal e Ipira de maneira remota. Também com funtamentação bibliográfica. Caracteriza-se como qualitativa com questões abertas, para pais, instituições e pessoas da sociedade. Conclui-se que a pessoa com deficiência mesmo com todo o aparato legal e direitos adquiridos, muito ainda tem-se a aprimorar. O preconceito permeia em seu cotidiano a falta de inclusão na sociedade é evidente. No funcionamento da APAE, percebeu-se a preparação física, administrativa e profissional que a instituição possui.O cuidado com faltas e o pedido aos pais para sempre estarem avisando, mostra o cuidado e preocupação com os alunos. Orientaçoes, preparo encaminhamento dos mesmos para entrar no mercado de trabalho é significativo, mas pouco aceito. A inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, percebe-se que as repartições públicas e também privadas nem sempre são acessíveis aos deficientes, entretanto há aqueles que procuram se adaptar. O desconhecimento e a hipocrisia fazem com que as pessoas com deficiência não consigam utilizar por completo de seus direitos e assim sendo mais uma vez excluídos do grande  grupo dos ditos normais.

FABIANI SALETE WEBER

O estudo envolveu a temática Inclusão na Sociedade e Funcionamento da Escola Especial/APAE. As escolas especiais, são conhecidas por suas mantenedoras as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAEs, instituições especializadas em atender pessoas com deficiências e a auxiliar na inclusão. O objetivo geral  foi entender o funcionamento da APAE, como as pessoas são inseridas na instituição e na sociedade. A pesquisa foi aplicada nos municípios de Capinzal e Ipira de maneira remota. Também com funtamentação bibliográfica. Caracteriza-se como qualitativa com questões abertas, para pais, instituições e pessoas da sociedade. Conclui-se que a pessoa com deficiência mesmo com todo o aparato legal e direitos adquiridos, muito ainda tem-se a aprimorar. O preconceito permeia em seu cotidiano a falta de inclusão na sociedade é evidente. No funcionamento da APAE, percebeu-se a preparação física, administrativa e profissional que a instituição possui.O cuidado com faltas e o pedido aos pais para sempre estarem avisando, mostra o cuidado e preocupação com os alunos. Orientaçoes, preparo encaminhamento dos mesmos para entrar no mercado de trabalho é significativo, mas pouco aceito. A inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, percebe-se que as repartições públicas e também privadas nem sempre são acessíveis aos deficientes, entretanto há aqueles que procuram se adaptar. O desconhecimento e a hipocrisia fazem com que as pessoas com deficiência não consigam utilizar por completo de seus direitos e assim sendo mais uma vez excluídos do grande  grupo dos ditos normais.

ADRIANA SERNAJOTO

O estudo envolveu a temática Inclusão na Sociedade e Funcionamento da Escola Especial/APAE. As escolas especiais, são conhecidas por suas mantenedoras as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAEs, instituições especializadas em atender pessoas com deficiências e a auxiliar na inclusão. O objetivo geral  foi entender o funcionamento da APAE, como as pessoas são inseridas na instituição e na sociedade. A pesquisa foi aplicada nos municípios de Capinzal e Ipira de maneira remota. Também com funtamentação bibliográfica. Caracteriza-se como qualitativa com questões abertas, para pais, instituições e pessoas da sociedade. Conclui-se que a pessoa com deficiência mesmo com todo o aparato legal e direitos adquiridos, muito ainda tem-se a aprimorar. O preconceito permeia em seu cotidiano a falta de inclusão na sociedade é evidente. No funcionamento da APAE, percebeu-se a preparação física, administrativa e profissional que a instituição possui.O cuidado com faltas e o pedido aos pais para sempre estarem avisando, mostra o cuidado e preocupação com os alunos. Orientaçoes, preparo encaminhamento dos mesmos para entrar no mercado de trabalho é significativo, mas pouco aceito. A inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, percebe-se que as repartições públicas e também privadas nem sempre são acessíveis aos deficientes, entretanto há aqueles que procuram se adaptar. O desconhecimento e a hipocrisia fazem com que as pessoas com deficiência não consigam utilizar por completo de seus direitos e assim sendo mais uma vez excluídos do grande  grupo dos ditos normais.

Downloads

Publicado

01-09-2020

Como Citar

Rosa, D. W., MENDES, A. D. M., SCHEUERMANN, A. M. ., WEBER, F. S. ., & SERNAJOTO, A. (2020). INCLUSÃO NA SOCIEDADE E FUNCIONAMENTO DAS ESCOLAS ESPECIAIS / APAES . Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e25700. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/25700

Edição

Seção

Joaçaba - Ensino