REMOÇÃO DE COR E TURBIDEZ DE EFLUENTE INDUSTRIAL UTILIZANDO COAGULANTE NATURA

  • Leonardo Henrique de Oliveira UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA
  • Vanessa Aparecida Ciukailo Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC

Resumo

O tratamento de efluentes industriais está diretamente ligado a questões ambientais, as quais vem necessitando de extrema atenção e cuidado. Dentre as etapas do tratamento de efluentes, o tratamento primário, que constitui-se da clarificação, é composto pelos processos de coagulação, floculação e decantação. O princípio básico da coagulação envolve a adição de coagulantes, seguido de agitação (mistura rápida e lenta). Os sólidos dissolvidos e suspensos que conferem cor e turbidez podem então, serem removidos através de sedimentação, flotação ou até mesmo filtração. O objetivo desta pesquisa experimental é avaliar a remoção de matéria orgânica e compostos inorgânicos presentes no efluente da indústria de processamento de couro, utilizando como coagulante as sementes de moringa (moringa oleifera), uma planta de origem indiana. Durante os testes, obteve-se resultados promissores, onde se obteve o percentual de 98,3% de remoção de turbidez.

Biografia do Autor

Leonardo Henrique de Oliveira, UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA
Professor Assistente da Área de Ciências Exatas e Tecnológicas da Universidade do Oeste de Santa Catarina
Publicado
23-08-2019
Como Citar
de Oliveira, L. H., & Ciukailo, V. A. (2019). REMOÇÃO DE COR E TURBIDEZ DE EFLUENTE INDUSTRIAL UTILIZANDO COAGULANTE NATURA. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária, e21854. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/21854
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa