REVITALIZAÇÃO DA ESCOLA ESPECIAL TIA ANA – APAE DE VIDEIRA, SC

  • Carolina Pereira Neves UNOESC
  • Inara Pagnussat Camara Unoesc

Resumo

As APAES no Brasil apresentam grande dificuldades, enfrentando problemas financeiros, uma vez que dependem de doações da comunidade, pois nem sempre recebem os auxílios necessários do Governo. O presente trabalho tem como objetivo desenvolver uma pré-proposta arquitetônica de uma sede adequada para atender as necessidades da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) do município de Videira-SC, Escola Especial Tia Ana, relocando a atual sede. A escola abrange alunos especiais, portadores de deficiência intelectual associadas e múltiplas. A metodologia utilizada inicia com a pesquisa bibliográfica e estudos de caso, para obtenção de embasamento teórico, histórico e social do tema. O levantamento de dados se dará através da análise do terreno proposto e suas condicionantes climáticas e legislações pertinentes para a nova sede. Os resultados preliminares apontam que o atual local é insuficiente em termos de área e proporciona pouca independência aos alunos. Ainda, carece de infra-estrutura urbana e necessita de adaptações, as quais são inviáveis do ponto de vista arquietônico e econômico, visando assim a necessidade de um novo projeto arquitetônico mais amplo e com maior qualidade de uso aos alunos, familiares e profissionais da APAE.

Biografia do Autor

Inara Pagnussat Camara, Unoesc

Arquiteta e Urbanista (UPF-2013); Especialista em Arquitetura Comercial (IMED-2015); Especialista em Metodologia de Ensino na Educação Superior (UNINTER-2018); Mestre em Arquitetura e Urbanismo (IMED-2018); Especialização em andamento em Planejamento Urbano (2018-2020).

Publicado
28-08-2018
Como Citar
Neves, C., & Camara, I. (2018). REVITALIZAÇÃO DA ESCOLA ESPECIAL TIA ANA – APAE DE VIDEIRA, SC. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18808