CONHECIMENTO, ATITUDE E PRÁTICA DAS MULHERES DO MEIO OESTE DE SANTA CATARINA, JÁ DIAGNOSTICADAS, SOBRE O CÂNCER DE MAMA

Resumo

O câncer de mama é a segunda neoplasia mais comum no mundo e também, a mais frequente entre as mulheres e o seu diagnóstico precoce tem papel importante para um melhor prognóstico. O objetivo proposto foi de avaliar o conhecimento das pacientes atendidas no Hospital Universitário Santa Terezinha do Meio Oeste Catarinense em relação a neoplasia de mama já diagnosticada e seus exames de detecção precoce- exame clínico das mamas e mamografia, verificar se há um déficit da sociedade, órgãos públicos e profissionais da saúde em conscientizar e informar sobre prevenção e sugerir maior contemplação de informação sobre o câncer de mama e sua prevenção por mídias e órgãos públicos. Foi realizado um estudo de natureza quali-quatitativa, com 59 mulheres diagnosticadas com câncer de mama no ambulatório de mastologia, por meio de um questionário CAP (conhecimento, atitude e prática), classificando as respostas como adequadas ou inadequadas. Os resultados demonstraram que a maioria das mulheres já apresentavam estadiamento clínico avançado, além de apontarem para um conhecimento inadequado em grande parte das entrevistadas. Ainda, houve predominância de boa atitude enquanto a prática foi considerada inadequada, apesar de a mamografia, isoladamente, ser realizada apropriadamente. Desse modo, há a necessidade de implementação de atividades capazes de permitir um equilíbrio entre conhecimento, atitude e prática e também, deve haver maior atuação de órgãos públicos e canais de comunicação de maneira efetiva adequada à população.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Michelin Bins, M., Savaris Quioca, B., & Tomasi, M. (2018). CONHECIMENTO, ATITUDE E PRÁTICA DAS MULHERES DO MEIO OESTE DE SANTA CATARINA, JÁ DIAGNOSTICADAS, SOBRE O CÂNCER DE MAMA. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18789
Edição
Seção
Joaçaba - Ensino