AVALIAÇÃO DE FATORES QUE INTERFEREM NO CONTEXTO DE VIDA DE IDOSOS COM CONDIÇÃO CRÔNICA DE SAÚDE

  • Fernanda Lenkner Unoesc
  • Camila Amthauer

Resumo

Introdução: As doenças crônicas não transmissíveis são um grave problema de saúde pública, atingindo principalmente idosos que necessitam de tratamento contínuo. Porém, muitas vezes, este não é seguido corretamente em virtude de diversos fatores. Além disso, outras condições podem se associar a essas doenças, interferindo no contexto de vida destes idosos. Objetivos: Analisar os fatores que interferem no contexto de vida de idosos com condições crônicas de saúde não transmissíveis e analisar os fatores que interferem na adesão ao tratamento medicamentoso de idosos com condições crônicas de saúde não transmissíveis. Método:Trata-se de um estudo descritivo-exploratório de abordagem quantitativa, que foi realizado nas Estratégias Saúde da Família do município de São Miguel do Oeste/SC. Os participantes da pesquisa foram pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, que possuíam hipertensão arterial e/ou diabetes e que fazem tratamento medicamentoso controlado para estas doenças. Resultados: Segundo a avaliação da adesão foi possível identificar que 55 dos idosos com doenças não transmissíveis apresentaram uma boa aderência ao tratamento medicamentoso. No entanto, 25 deles foram apontados como não aderentes. Conclusão: Os resultados apontados por este estudo foram relativamente positivos. Contudo, é necessário continuar investindo em medidas de promoção da saúde e prevenção de agravos, visando promover a qualidade de vida. 

Publicado
28-08-2018
Como Citar
Lenkner, F., & Amthauer, C. (2018). AVALIAÇÃO DE FATORES QUE INTERFEREM NO CONTEXTO DE VIDA DE IDOSOS COM CONDIÇÃO CRÔNICA DE SAÚDE. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18772
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Pesquisa