Glosas Hospitalares: Os principais motivos encontrados em uma empresa de saúde suplementar

  • Larissa de Almeida Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC
  • William Cesar Gavasso
  • Daisa Roman Gavasso

Resumo

A auditoria tem surgido como uma ferramenta importante para mensuração da qualidade e custos das instituições de saúde. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi caracterizar o perfil e os motivos das glosas realizadas por uma empresa de saúde suplementar em hospitais no meio oeste de Santa Catarina. A pesquisa levantou dados obtidos nas glosas registradas pela equipe de auditoria do meio oeste em quatro instituições hospitalares. Realizada no período de janeiro a março e de junho a dezembro de 2015. Com os resultados obtidos, o mês que apresentou maior número de glosas por segurado (37) foi janeiro, sendo que os maiores índices ocorreram nas internações com períodos variando de 01 a 07 dias. O motivo mais encontrado foi a cobrança excessiva pelo produto ou serviço prestado (57,4%). Dentre os materiais a luva estéril e as gazes foram aquelas que foram mais inaquadamente cobrados pelos hospitais. Com relação aos exames o eletrocardiograma, com 7 glosas (53,8%), foi aquele com maior número de cortes de pagamento. Dentre os procedimentos/pacotes glosados no estudo, o de maior relevância foi a fisioterapia com 31 glosas (64,58%). O mês que apresentou maior valor inadequadamente cobrado foi de fevereiro com R$ 6734,38, seguido por janeiro com R$ 5781,82 e dezembro com R$ 4698,77. Conclui-se que a auditoria é importante na fiscalização das cobranças por parte dos prestadores de serviço em saúde. Sem ela, cobranças indevidas acabariam onerando gastos desnecessários para as empresas de saúde suplementar.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Almeida, L. de, Gavasso, W. C., & Gavasso, D. R. (2018). Glosas Hospitalares: Os principais motivos encontrados em uma empresa de saúde suplementar. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18651
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa