IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA BIOBED E AVALIAÇÃO IN VITRO DO DESENVOLVIMENTO FÚNGICO DE PHANEROCHTE CRYSOSPORIUM SOB DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE MANCOZEB

  • Maiara Zipperer
  • Elisandra Minotto
  • Maria Rita Chaves Nogueira
  • Luciano Gebler
  • Carla Suntti Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

O setor da fruticultura no Brasil precisa enfrentar o desafio da adoção de práticas sustentáveis para reduzir o uso de defensivos agrícolas. O sistema Biobed vem sendo utilizado para favorecer e acelerar processo de tratamento de resíduos de agrotóxicos em efluentes agrícolas. O objetivo foi implantar o sistema Biobed e avaliar a degradação in vitro de moléculas químicas do fungicida mancozebe pelo fungo Phanerochtecrysosporium. Para tanto, um Biobed foi construído nas dependências da Unoesc Videira/SC. O leito do Biobed foi preenchido com uma mistura de palha de milho picada (50 %), solo oriundo de área agrícola (25 %) e turfa (25 %) e, sobre esse substrato foi plantado uma cobertura de grama. O qual recebeu uma concentração de 4.000 μg.mL-1 de mancozeb 2vezes por semana. A avaliação foi realizada através da coleta de solo e líquido percolado para análise de presença de mancozeb. No ensaio in vitro, avaliou-se o crescimento do fungo na presença de mancozeb nas concentrações 0, 2.000 e 4.000 μg.mL-1. O substrato foi acondicionado em tubos de ensaio (18 cm x 3 cm), inoculados com um disco (5 mm) de cultura fúngica e incubados a 28°C, por 10 dias. Avaliou-se a velocidade de crescimento fúngico (cm) diário. No ensaio in vitro, o início do crescimento fúngico ocorreu após 168h de incubação, em todos os tratamentos. O aumento da concentração de mancozeb reduziu a velocidade de crescimento, mas não inibiu o desenvolvimento, mesmo na concentração de 4.000 μg.mL-1, revelando um potencial para ser utilizado no sistema Biobed como biorremediador

Biografia do Autor

Carla Suntti, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Professora do Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental

Área das Ciências Exatas e da Terra

Publicado
28-08-2018
Como Citar
Zipperer, M., Minotto, E., Nogueira, M., Gebler, L., & Suntti, C. (2018). IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA BIOBED E AVALIAÇÃO IN VITRO DO DESENVOLVIMENTO FÚNGICO DE PHANEROCHTE CRYSOSPORIUM SOB DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE MANCOZEB. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18567
Edição
Seção
Videira - Pesquisa