Re-design de munição: equipamento não letal para uso expresso de forças policiais em emprego individual

  • Eduardo Cipriani SCHWENGBER Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Marcos Zanivan Unoesc

Resumo

Visando facilitar o trabalho dos agentes da Polícia Militar, o GP5-AR foi criado com o intuito de servir e agir essencialmente como equipamento/armamento não letal, sendo empregado em casos específicos de modo individual. O processo metodológico envolveu a interação com o público alvo, coletar dados, conhecer os equipamentos e armamentos, além do mercado e seguir e aplicar a metodologia projetual passo a passo de Bernd Löbach (2001), a qual é voltada para a escala industrial, contendo fases de: preparação; geração; avaliação e realização, as quais foram realizadas conforme instruções do autor. Ao decorrer do projeto foram analisadas as alternativas criadas e dentre elas somente uma foi escolhida, a qual recebeu melhorias, desenvolvimento de imagens em 3D e protótipo em escala real. O equipamento foi criado visando sempre a segurança, facilidade e eficiência para o agente aplicador, de modo que tenha mais êxito em suas ocorrências, evitando o contato aproximado do indivíduo.

Biografia do Autor

Eduardo Cipriani SCHWENGBER, Universidade do Oeste de Santa Catarina
Professor cursos Design - Unoesc São Miguel do Oeste, Campus Aproximado de Pinhalzinho; e Arquitetura e Urbanismo - Campus Unoesc São Miguel e Campus Unoesc Chapecó.
Marcos Zanivan, Unoesc
Acadêmico do curso de Design - Unoesc Pinhalzinho
Publicado
28-08-2018
Como Citar
SCHWENGBER, E., & Zanivan, M. (2018). Re-design de munição: equipamento não letal para uso expresso de forças policiais em emprego individual. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18546