UM CASO NA ESCOLA: INIBIÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE DEFICIENTES NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

  • Luan Barth Alves
  • Patrick Zawadzki Universidade do Oeste de Santa Catarina. Universidade do Estado de Santa Catarina.

Resumo

Durante os últimos anos observou-se um aumento significativo na presença de estudantes com deficiências nas escolas regulares, em parte, devido aos incentivos governamentais. Esse movimento é positivo porque motiva o processo social de inclusão destes indivíduos no meio em que vivem. Entretanto, a partir de observações experienciadas na prática durante estágio observaram-se situações que levaram a formulação de duas grandes perguntas: Como esse processo de inclusão foi elaborado? Será que realmente funciona na prática? Este estudo teve como objetivo questionar a efetiva participação destes alunos nas atividades propostas nas aulas de Educação Física com vistas a apontar soluções que contribuam para o desenvolvimento social. Observando os atores envolvidos no processo foi possível verificar que a situação gerada no momento da inclusão causa medo e indiferença por parte dos colegas, receio e isolamento do estudante, e ainda, gera dúvida e demonstra falta de preparo dos professores para atuar na situação. Entende-se que o problema comum a todos gera inibição para atuar, que por sua vez, leva ao medo, confusão, vergonha, timidez e acanhamento. Para superar este problema em comum, sugerem-se quatro linhas de atuação: 1) Formação específica aos professores; 2) Introduzir jogos adaptados nas aulas; 3) Aulas teóricas com introdução de vídeos e histórias de vida, e 4) Generalizar e evidencar a cooperação. Mostrar que quando ajudamos alguém, estamos nos ajudando também, é um dos valores sociais a serem desenvolvidos, que permite transformar a falsa inclusão em possibilidade real.

Biografia do Autor

Patrick Zawadzki, Universidade do Oeste de Santa Catarina. Universidade do Estado de Santa Catarina.

Mestrando em Ciências do Movimento Humano, pelo CEFID-UDESC. Doutorando em Educaçao Física, Atividade Física e Esporte pelo INEFC_UB. Professor da UNOESC-Chapecó.

Publicado
28-08-2018
Como Citar
Alves, L., & Zawadzki, P. (2018). UM CASO NA ESCOLA: INIBIÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE DEFICIENTES NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18545