ANÁLISE DAS CONDIÇÕES SANITÁRIAS DE UMA POPULAÇÃO DE FELINOS MANTIDOS EM AMBIENTE CRÍTICO DE VIVÊNCIA NA CIDADE DE JOAÇABA, SANTA CATARINA

  • Anne Juliê Rodrigues
  • Anna Caroline Fagundes Palavro
  • Gabriel Souza Bairro
  • Adriele Becker
  • Gabriel Baldissera
  • Helena Cardoso
  • Andreia de Oliveira Pinto
  • Aline Kuhn Sbruzzi Pasquali
  • Antonella Cordi Universidade do Oeste de Santa Catarina http://orcid.org/0000-0002-4386-9633

Resumo

A acumulação de animais é um comportamento humano patológico, que envolve a necessidade compulsiva de ter animais, associada à incapacidade de reconhecer o sofrimento destes. O objetivo desse estudo foi avaliar o perfil sanitário de uma população de gatos mantidos em condições ambientais e de convivio precárias. Foram coletados amostras de sangue e examinados clinicamente 71 animais. Os exames realizados foram hemograma e avaliação de funçã hepática e renal. Ao realizarmos a avaliação clínica, verificamos a presença de 23,94% (17/71) animais aparentemente doentes tendo sinas clínicos como diarreia, alopecia, lesões de pele, seborréia e desidratação. Destes, 52,94% (9/17) apresentaram anemia e 94,12% (16/17) apresentaram leucocitose com neutrofilia e eosinofilia.  Os animais tinham acesso à água e ração em quantidades suficientes, mas devido a superlotação, havia disputa de território entre eles. O local de abrigo era pequeno, com acesso limitado ao sol o tornando frio e úmido, os gatos permaneciam o tempo todo na mesma instalação sem acesso a outro local.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Rodrigues, A., Palavro, A., Bairro, G., Becker, A., Baldissera, G., Cardoso, H., Pinto, A., Pasquali, A., & Cordi, A. (2018). ANÁLISE DAS CONDIÇÕES SANITÁRIAS DE UMA POPULAÇÃO DE FELINOS MANTIDOS EM AMBIENTE CRÍTICO DE VIVÊNCIA NA CIDADE DE JOAÇABA, SANTA CATARINA. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18544
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa