PREVALÊNCIA DE ANTICORPOS ANTI-TOXOPLASMA EM CÃES E GATOS DA MICRORREGIÃO DE CAMPOS NOVOS, SANTA CATARINA

  • Suellyn Marques Benetti
  • Antonella Cordi
  • Aline Kuhn Sbruzzi Pasquali Professora Universidade do Oeste de Santa Catarina - Campos Novos

Resumo

A toxoplasmose é uma doença de distribuição mundial e de grande relevância por acometer uma variedade de espécies, dentre elas mamíferos, aves, répteis, anfíbios e, inclusive, o homem. É causada pelo Toxoplasma gondii, e possuem os felídeos como os únicos hospedeiros definitivos, sendo que as demais espécies acometidas são, portanto, hospedeiros intermediários da doença podendo transmitir a mesma de forma direta ou indireta. O objetivo desse estudo foi verificar a prevalência de anticorpos anti-Toxoplasma em cães e gatos da microrregião de Campos Novos, Santa Catarina. Foram coletadas 95 amostras de sangue de animais variando fatores alimentares e higiênicos, além de variar idade, sexo e raça, sendo as espécies de escolha cães e gatos. As amostras foram avaliadas na técnica de hemoaglutinação indireta (HAI), seguindo as orientações prescritas no kit. Os resultados obtidos foram 72,63% (69/95) animais positivos para Toxoplasma, sendo 78,12% (50/64) gatos e 61,29% (19/31) cães positivos. Após obter estes resultados, concluímos que a prevalência de anticorpos para T. gondii é de alto índice em grande parte das regiões, porém, o diagnóstico na maioria das vezes não é realizado para identificá-los. Por isso é imprescindível conhecer e praticar métodos de higiene e sanidade para a prevenção da Toxoplasmose tanto em animais quanto para o homem, evitando a contaminação da doença.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Benetti, S., Cordi, A., & Pasquali, A. (2018). PREVALÊNCIA DE ANTICORPOS ANTI-TOXOPLASMA EM CÃES E GATOS DA MICRORREGIÃO DE CAMPOS NOVOS, SANTA CATARINA. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18507