HELMINTOS NA CRIAÇÃO DE OVINOS: RELATO DE CASO.

  • Tiago Piaia
  • Rafael Brandt
  • Vitor Mantovani
  • Aline Kuhn Sbruzzi Pasquali Professora Universidade do Oeste de Santa Catarina - Campos Novos

Resumo

A verminose gastrintestinal é considerada o principal problema enfrentadopelos produtores de ovinos e caprinos no Brasil. Dentre alguns parasitas que pode estar freqüente nas pastagens e conseqüentemente nos animais são o Haemonchus, Cooperia, Ostertagia e Oesophagostomum. O objetivo deste estudo foi avaliar incidência de helmintos gastrintestinais em ovinos de uma propriedade do município de Água Doce, Santa Catarina. Foram coletadas três amostras de fezes de ovinos com idade entre 3 meses a 2 anos. As amostras foram acondicionadas em caixa isotérmica e encaminhadas para o laboratório de Parasitologia Animal da Unoesc Campos Novos. A técnica para verificar a prevalência de parasitos foi Gordon Whitlock. O rebanho era composto por 15 animais foram coletadas mostras aleatoriamente de 3 animais sendo uma fêmea prenhe, um macho reprodutor e um filhote de dois meses. Os resultados obtidos foram 300 OPG para o filhote, 600 OPG fêmea e 500 OPG. Com esses resultados foi possível verificar a presença de parasitos no rebanho da propriedade, demonstrando que pode estar ocorrendo resistência ao anti-helmíntico utilizado.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Piaia, T., Brandt, R., Mantovani, V., & Pasquali, A. K. S. (2018). HELMINTOS NA CRIAÇÃO DE OVINOS: RELATO DE CASO. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18503
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa