AVALIAÇÃO DO EFEITO DE EXTRATO AQUOSO DAS FOLHAS DE LUEHEA DIVARICATA NA ATIVIDADE ANTIOXIDANTENO FÍGADO DE RATOS COM DOR NEUROPÁTICA.

  • Adarly Kroth UNOESC-JBA
  • Elza Santos Silveira
  • Maria do Carmo Quevedo
  • Thaisla Cristiane Borella Silva
  • Wania Aparecida Partata

Resumo

As plantas medicinais têm sido utilizadas no tratamento da dor, por possuírem diferentes propriedades analgésicas e antioxidantes. A Luehea divaricata tem se demostrado um alvo promissor no tratamento da dor neuropática. Avaliar os efeitos tóxicos da planta medicinal no fígado é fundamental para que o seu uso seja seguro. O estudo avaliou o efeito do tratamento com extrato aquoso de folhas de L. divaricata no fígado de ratos com dor neuropática. Após aprovação pelo Comitê de Ética (#31394), 69 ratos Wistar machos, pesando 200-300 g, foram divididos em 3 grupos experimentais: Naive (animais não submetidos à manipulação cirúrgica), Sham (animais que sofreram incisão dos tecidos para a visualização do nervo isquiático) e SNT (animais que tiveram o nervo isquiático direito isolado e recebeu em seu tronco comum quatro amarraduras). Cada grupo foi divido em subgrupos (n=6), que receberam por gavage extrato (500 mg/kg/dia) ou veículo (água de beber) por 3 e 10 dias. Foram realizadas técnicas para determinação da atividade da enzima glutationa transferase (GST), superóxido dismutase (SOD) e catalase no figados dos ratos. Os resultados demostraram que tratamento não provocou alterações significativas em nenhum desses parâmetros no fígado. Com isto, concliu se que o extrato não possui efeito tóxico no figado de ratos.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Kroth, A., Silveira, E., Quevedo, M., Silva, T., & Partata, W. (2018). AVALIAÇÃO DO EFEITO DE EXTRATO AQUOSO DAS FOLHAS DE LUEHEA DIVARICATA NA ATIVIDADE ANTIOXIDANTENO FÍGADO DE RATOS COM DOR NEUROPÁTICA. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18466
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa