RELAÇÃO ENTRE O ESCORE DE CLAUDICAÇÃO E A CONTAGEM DE CÉLULAS SOMÁTICAS DE TANQUE EM REBANHOS LEITEIROS DA MICRORREGIÃO DE SÃO MIGUEL DO OESTE-SC

  • Edna Paula Sandini
  • Adelina Rodrigues Aires

Resumo

Alterações na composição do leite tem sido associadas com consideráveis prejuízos na indústria leiteira. A contagem de células somáticas (CCS) é um dos principais parâmetros utilizados para se avaliar a qualidade do leite e muitos são os fatores que alteram seus valores. No presente estudo avaliou-se a CCS de tanque de 12 propriedades com o intuito de determinar a correlação desses parâmetros com a ocorrência de claudicação em vacas leiteiras na microrregião de São Miguel do Oeste. Foram determinados os escores de claudicação de 1813 animais nessas propriedades, para obtenção do escore de claudicação média da propriedade. Amostras de leite foram coletadas 4 vezes no mês para determinação de CCS média. Foi determinada a odds ratio entre claudicação severa e elevação da CCS ao um intervalo de referência de 95%. Neste estudo, 57,9% dos animais apresentaram escore de claudicação superior a 3. Não foi observada relação significativa entre a claudicação severa e a CCS de tanque em propriedade da região de São Miguel do Oeste.

Palavras-chave: Vacas leiteiras, qualidade leite, claudicação, contagem de células somáticas.

Publicado
28-08-2018
Como Citar
Sandini, E. P., & Aires, A. R. (2018). RELAÇÃO ENTRE O ESCORE DE CLAUDICAÇÃO E A CONTAGEM DE CÉLULAS SOMÁTICAS DE TANQUE EM REBANHOS LEITEIROS DA MICRORREGIÃO DE SÃO MIGUEL DO OESTE-SC. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18391
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Pesquisa